Ganso marca, a defesa falha e o São Paulo empate em Itu

Uma falha defensiva aos 44 minutos do segundo tempo frustrou o São Paulo na tarde desse domingo. A equipe se encaminhava para mais uma vitória no Campeonato Paulista, mas um gol de cabeça do zagueiro Leonardo Luiz levou o Tricolor a empatar por 1 a 1 com o Ituano. O resultado, que ofuscou mais uma boa atuação de Ganso e a estreia da promessa Lucas Fernandes, deixou o Grupo C do Estadual ainda mais embolado.

Assim como nos jogos anteriores, coube a Ganso a tarefa de balançar as redes pelo São Paulo. Aos 16 minutos do segundo tempo, o meia aproveitou o cruzamento rasteiro de Calleri e concluiu ao gol na frente do goleiro Fábio. O gol foi o sexto do armador no ano e o deixou ainda mais isolado na disputa pela artilharia tricolor. Mas, no final da partida, o Ituano aproveitou uma cobrança de falta da direita para Leonardo Luiz deixar tudo igual.

O empate manteve o São Paulo em apuros no Grupo C do Paulistão. A equipe está com 14 pontos e aguardará o complemento da rodada para saber em qual posição terminará. A próxima partida do Tricolor será nessa quarta-feira, contra o ameaçado Botafogo-SP, no estádio do Pacaembu. Já o Ituano, segundo colocado do Grupo B, com 15 pontos, volta a campo contra o Rio Claro, no Novelli Júnior, também na quarta-feira.

O Jogo – Assistir ao primeiro tempo da partida foi um teste de paciência para a torcida do São Paulo. O rendimento da equipe esteve num dos níveis mais baixos desde o início da temporada, sendo que o time conseguiu concluir ao gol apenas uma vez, aos 46 minutos. O Ituano, ligeiramente melhor do que o Tricolor, foi quem criou as melhores chances. Aos 12 minutos, o time da casa puxou contra-ataque e acionou João Paulo na esquerda. O lateral optou pelo chute cruzado e parou em defesa segura de Denis.

Ganso e Mateus Caramelo bem que tentaram responder nos minutos seguintes, mas ambas finalização saíram sem nenhuma direção. Diante de tantos defeitos no Tricolor, chamavam a atenção as reposições de bola erradas do goleiro Denis e a dificuldade da dupla Carlinhos e Mena para acertar ao menos uma jogada no campo de ataque.

A partida só ganhou emoção nos minutos finais. Aos 43 minutos, Maicon se atrapalhou na hora de cortar um chute errado de Pacheco e deixou Fernando Viana em condição de concluir ao gol. O atacante do Ituano se esticou para dar um carrinho na bola e acertou a trave de Denis. Os donos da casa, aos 45, balançaram as redes com o zagueiro Nhaylor. Mas o bandeira invalidou o gol ao flagrar impedimento de Fernando Viana, que havia ajeitado a bola para o defensor após um cruzamento. Na sequência, na única chance criada pelo São Paulo, Daniel arriscou um chute de fora da área e obrigou o goleiro Fábio a praticar boa defesa

Pouca coisa mudou na volta do intervalo. O Ituano seguiu melhor do que o São Paulo e exigiu uma defesa de Denis aos sete minutos, em chute da intermediária do volante Wellington Simião. Aos 13 minutos, no entanto, a estrela de Ganso começou a brilhar. O camisa 10 encontrou o atacante Calleri dentro da área, mas o argentinou bateu torto e desperdiçou a oportunidade. A inoperância ofensiva deixou a cargo do armador a busca pelo gol.

Aos 16 minutos, Thiago Mendes acionou Calleri com um passe para a lateral direita. O argentino fez o cruzamento rasteiro para o centro da área, possibilitando que Ganso se antecipasse à marcação para concluir ao gol. Empolgado, o camisa 10 seguiu destoando dos demais jogadores são-paulinos. Aos 28, ele dominou uma bola na direita e carimbou a trave com um forte chute.

A chance foi a última criada pelo São Paulo no jogo. Aos 39 minutos, uma confusão entre a comissão técnica e o árbitro culminou na expulsão de Thiago Mendes. O atleta deixou o gramado para a entrada de Lucas Fernandes, promessa das categorias de base do Tricolor, mas não contava com a autorização do juiz para isso. O segundo amarelo aplicado pela infração levou o jogador para os vestiários mais cedo.

Em meio ao imbróglio, Ganso teve de sair para a entrada de Lucas Fernandes. Logo na sequência, aos 43 minutos, João Paulo cobrou uma falta da direita e Leonardo Luiz, livre de marcação, aproveitou a indefinição de Denis cabecear para o gol. Um castigo pela atuação ruim do Tricolor e um balde de água fria para os objetivos da equipe no Paulistão.

FICHA TÉCNICA
ITUANO 1 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP)
Data: 20 de março de 2016, domingo
Local: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Mauro André de Freitas e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)
Público: 7.885 pagantes.
Renda: R$ 213.460,00
Cartões amarelos: Guly, Claudinho, João Paulo (Ituano); Thiago Mendes, Mateus Caramelo, Mena, Calleri (São Paulo)
Cartão vermelho: Thiago Mendes (São Paulo)

GOLS:
ITUANO: Leonardo Luiz, aos 44 minutos do segundo tempo
SÃO PAULO: Ganso, aos 16 minutos do segundo tempo

ITUANO: Fábio; Pacheco, Naylhor, Leonardo Luiz e João Paulo; Wellington Simião, Guly, Claudinho (Marcão) e Guilherme; Marcelinho (Edinho) e Fernando Viana (Ruan)
Técnico: Vinicius Bergantin (ocupa o lugar do suspenso Tarcísio Pugliese)

SÃO PAULO: Denis; Mateus Caramelo, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt, Thiago Mendes, Daniel (Centurión), Ganso (Lucas Fernandes) e Carlinhos (Alan Kardec); Calleri
Técnico: Edgardo Bauza

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*