Ganso convence treinador ao correr tanto quanto os demais jogadores

Paulo Henrique Ganso voltou a ser defendido por Muricy Ramalho. Nesta sexta-feira, dois dias após as vaias de torcedores do São Paulo ao meio-campista, o técnico recorreu a dados estatísticos da vitória por 1 a 0 sobre o San Lorenzo para construir a sua argumentação.

“O Ganso voltou a correr bastante. A quilometragem dele aumentou bastante no jogo. É algo que faz a diferença”, comentou Muricy, que usou o material fornecido por sua comissão para elogiar o rendimento físico e a dedicação de todos os atletas que enfrentaram os argentinos. “Quando precisamos, o Ganso também foi segundo volante. Vamos ver o lado positivo, e não só achar que ele é o melhor do mundo quando dá um passe. É importante que trabalhe para o time também.”

Ainda assim, o próprio Muricy não espera que Ganso se torne um velocista. Da mesma maneira que quem considera o meia “o melhor do mundo quando dá um passe”, o técnico tem a expectativa de ver a capacidade criativa do seu camisa 10 se sobressair.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Vaiado contra o San Lorenzo, Ganso conta com bastante apoio de Muricy Ramalho no São Paulo

“O Ganso tem bom passe, ritmo. Não dá para mudar a característica do jogador. Precisamos respeitar o que ele é. Se fosse um atleta de velocidade, ele também não teria a mesma precisão”, argumentou.

Próximo de Ganso desde os tempos em que estavam no Santos, Muricy acredita que o meia saberá lidar bem com as críticas e voltar a ser elogiado como na temporada passada. O atleta é mais reservado, conforme constatou o treinador, e dificilmente pedirá para desabafar em meio a cobranças.

“Todo o mundo precisa estar preparado para a pressão. Não só ele, mas técnico, jogadores, dirigentes… Você só é elogiado quando faz as coisas bem. E, se a gente não estava fazendo, tinha que ser criticado”, disse Muricy, apontando o triunfo sobre o San Lorenzo – em que só Ganso virou alvo negativo da torcida – como um marco positivo.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*