Fim da novela! Rogério Ceni renova com São Paulo até o fim de 2014

Acabou a dúvida: Rogério Ceni vai jogar por mais uma temporada. Depois de muito mistério e de cogitar a aposentadoria, o ídolo tricolor anunciou que seguirá vestindo a camisa do São Paulo no ano que vem. O novo contrato, definido após uma reunião com o presidente Juvenal Juvêncio na manhã deste sábado, terá validade até o dia 31 de dezembro de 2014.

A cada entrevista, o capitão são-paulino mostrava estar dividido sobre qual caminho seguir. Em algumas declarações dava indícios de que não suportaria continuar jogando e principalmente suportando a rotina pesada de treinos e viagens. Em outras, exibia muita empolgação em seguir nos gramados, sobretudo após as vitórias no momento de recuperação do time no Campeonato Brasileiro.

A exibição de gala na vitória por 4 a 3 contra o Universidad Católica, em Santiago, pela Copa Sul-Americana, teve papel determinante na renovação. Ceni fez uma das maiores apresentações da carreira e se animou em continuar, ainda por apagar os quatro pênaltis consecutivos que perdeu durante a crise que ameaçou a equipe de rebaixamento.

O técnico Muricy Ramalho também foi determinante para a continuidade. Em meio às falhas do jogador nas penalidades, o treinador abriu uma campanha para a renovação que ganhou o apoio dos torcedores. O comandante não acreditava que o clube encontraria um outro jogador para a posição com tantos recursos técnicos. A diretoria, antes reticente na renovação, acabou tendo de concordar com ela.

Amigos fora de campo, Muricy e Ceni são também aliados para a formação de um elenco  forte em 2014. Na semana passada, o treinador chegou a declarar que o goleiro ainda estaria em dúvida sobre a carreira por não saber se o Tricolor teria um grupo mais competitivo. E certamente Ceni bateu forte nesta tecla para aceitar continuar por mais uma temporada. O treinador deixou claro que não precisa de nomes famosos e sim, de jogadores que tenham fome de títulos para mudar o perfil acomodado do elenco são-paulino.

Apesar do ano de altos e baixos, o maior goleiro-artilheiro (113 gols) quebrou mais uma marca histórica. No empate por 1 a 1 contra o Botafogo, no Morumbi, pelo Brasileirão, dia 24 de novembro, ele superou os 1.116 jogos de Pelé com a camisa de um mesmo time. Neste domingo, diante do Coritiba, em Itu, ele atingirá as 1.120 partidas.

Rogério Ceni em números (Foto: Info globoesporte.com)

 

Foto: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*