Muricy traça perfil dos reforços: ‘Preciso de jogadores com fome’

Juvenal Juvêncio disse no início da semana que não contratará estrelas para o São Paulo de 2014. O presidente quer “carregadores de piano” para apagar a má impressão deixada em 2013 e descarta investir em um nome de peso. Muricy Ramalho concorda com a filosofia. Pedindo a chegada de reforços em toda entrevista, o treinador avisa que a cobrança será grande sobre os atletas.

– Não precisamos de nomes. Precisamos de jogadores que venham comprometidos, com fome. Com muita fome. Vamos cobrar demais. Os jogadores que vierem podem ter certeza disso. Queremos jogadores dispostos a trabalhar duro, que tenham saúde, que venham com disposição. Não são muitos também. Não precisamos gastar muito – afirmou.

Muricy, porém, reconhece que o São Paulo tem problemas para contratar. O treinador culpa a briga para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro pelo atraso no planejamento. Por isso, cancelou uma viagem de férias que faria com a família. Ele seguirá na capital paulista para auxiliar a diretoria na busca por novos jogadores.

– Acho que nos atrasamos por causa da nossa situação. O preço de brigar para não cair é alto. Quando sentamos para conversar, não podemos errar. A dificuldade existe em todos os sentidos. Outros clubes estão adiantados. Vamos ficar o mês todo perto de São Paulo. Vamos ficar em cima para melhorar isso – ressaltou.

A preocupação é tanta que Muricy não acredita que o grupo estará montado na reapresentação, marcada para o dia 6 de janeiro. O Tricolor deve aproveitar a pré-temporada para continuar à caça de reforços.

– Não é fácil. Temos de ser exigentes ou vamos ficar pelo caminho de novo. Não acredito que seja tão rápido.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*