Filho do ditador da Líbia já teve dia de tiete no Morumbi, em 2003

A Líbia passou a ser alvo da imprensa mundial desde a tentativa da população de derrubar o ditador Muammar Gaddafi, que deixou claro que só deixará o poder se morrer. Em 2003, quando a Líbia ainda não estava em ebulição, o filho de Gaddafi, Al-Saadi Al Gaddafi foi torcedor do São Paulo por um dia.

Ele esteve no Brasil em 2003 para amistoso do Al-Ittihad (clube que comandava) contra a equipe reserva tricolor, no Morumbi. O jogo acabou empatado por 1 a 1.

Antes do duelo, Al-Saadi Al Gaddafi foi presenteado com um uniforme do São Paulo número 9, entregue por Careca, ex-atacante do São Paulo. Na camisa, foi grafado Al Khadafi, mas não está errado. A confusão se justifica pelo fato de não haver um consenso entre especialistas para a transliteração de nomes árabes para o alfabeto latino.

Pivô de uma série de protestos na Líbia, o ditador Muammar Gaddafi voltou a criticar os opositores do seu regime e atribui as manifestações violentas contra o seu governo à Al Qaeda e a Osama Bin Laden.

Do Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*