Em paz’ e tranquilo, São Paulo encara Bolívar para confirmar vaga

Com a goleada de 5 a 0 conquistada no jogo de ida, o São Paulo faz a partida de volta nesta quarta-feira, às 22h, no estádio Hernando Siles, em La Paz (BOL), diante do time da casa, o Bolívar, pela primeira fase da Copa Libertadores, para garantir uma das vagas na fase de grupo.

O clube paulista pode perder por uma diferença de até quatro gols que, mesmo assim, estará garantido no Grupo 3 do torneio continental. Atlético-MG, Arsenal de Sarandí (ARG) e The Strongest (BOL) já compõem o grupo.

EM PAZ E TRANQUILO

O elenco são-paulino sabe que a vantagem conquistada no jogo de ida dá tranquilidade para que o time consiga a classificação. No último sábado, pelo Campeonato Paulista, o técnico Ney Franco poupou os titulares e só escalou o atacante Aloísio, o único que enfrentou o Bolívar na primeira partida. Descansado e preparado, o goleiro Rogério Ceni vai em busca de outra vitória na competição.

– Na verdade quer dizer muito, quer dizer que temos uma boa vantagem. Vamos lá pra tentar uma segunda vitória. Estamos apenas começando o ano e precisamos de resultados positivos para ganhar confiança – declarou o arqueiro tricolor.

O zagueiro Paulo Miranda, que atua na lateral direita, está à disposição do técnico Ney Franco para a partida. No jogo de ida, o camisa 13 ficou fora por conta de suspensão, já que foi expulso na final da Copa Sul-Americana diante do Tigre (ARG).

O atacante Aloísio, titular nas duas últimas partidas, deve permanecer entre os titulares. Ganso e Cañete, que marcaram seus primeiros gols com a camisa do Tricolor diante do Atlético Sorocaba, vislumbram a posição.

HÁ ESPERANÇA

‘No futebol, nada é impossível, e ganhar do São Paulo será difícil, não impossível’. A frase do defensor Nelson Cabrera representa o clima por parte dos bolivianos para o confronto diante do clube do Morumbi. O elenco sabe das dificuldades para reverter os cinco gols sofridos, mas ainda acreditam que há possibilidade de classificação.

O técnico espanhol Miguel Ángel Portugal pretende escalar a equipe com três atacantes para impor um ritmo forte desde os primeiros minutos. Com isso, o setor ofensivo deve ser composto por Arce, William Ferreira e Gerardo Yecerotte.

Um dos trunfos da equipe boliviana é a altitude, que pode influenciar no desempenhos dos jogadores são-paulinos.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVAR (BOL) X SÃO PAULO

LOCAL: Hernando Siles, em La Paz (BOL)
DATA/HORA: 30/1/2013, às 22h (horário de Brasília)
ÁRBITRO: Wilmar Roldan (COL)
ASSISTENTES: Humberto Clavijo (COL) e Eduardo Diaz (COL)

BOLÍVAR: Arguello; Ronald Eguino, Gabriel Valverde, Nelson Cabrera e Lorgio Álvarez; Damir Miranda, Walter Flores e Rudy Cardozo; Juan Arce, William Ferreira e Gerardo Yecerotte. Técnico: Miguel Ángel Portugal.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas (Paulo Miranda), Lúcio, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson; Aloísio, Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*