Em ‘contagem regressiva’, Osorio relembra goleada contra o Palmeiras

Neste domingo, às 16h, Juan Carlos Osorio reencontrará o adversário de uma de suas piores derrotas no comando do São Paulo. No Morumbi, o Tricolor encarará o Palmeiras, rival que o goleou por 4 a 0 no primeiro turno do Brasileirão. Em sua possível penúltima partida pelo clube, o treinador colombiano fez questão de relembrar o revés, além de analisar as forças do rival.

– Acho que o jogo anterior eu fui expulso no intervalo e aconteceram outros eventos que mudaram o jogo. Eu reconheço as forças do Palmeiras. Se joga Egidio ou Zé Roberto, isso mostra a postura deles. Vamos buscar o jogo, o placar, esperar que a nossa torcida apoie tanto o time quanto no jogo anterior. Eu valorizo muito o apoio demonstrado com o time – afirmou o treinador colombiano, que garantiu permanência no Tricolor até o jogo de volta contra o Vasco, na próxima quarta.

Sem Luis Fabiano, que saiu machucado na ida das quartas de final da Copa do Brasil contra o Vasco, Osorio escolherá entre o colombiano Wilder, que entrou bem no segundo tempo da partida contra o clube carioca, e Rogério, autor de dois gols até agora pelo Tricolor. De acordo com a análise do colombiano, a entrada de um atacante veloz para acompanhar Alexandre Pato pode ser muito benéfica ao Tricolor.

– Eu acho que vitor Hugo e Jackson são dois zagueiros que convivem melhor com dois referentes de área. Aí é uma boa decisão, difícil para tomar. Creio que com dois outrês pontas teremos boas condiões de obter um bom resultado – disse Osorio.

Outra ausência poderá ser a do meia Carlinhos, que saiu com um desconforto na partida contra o Vasco. Em sua lugar, entraria Matheus Reis.

– Quando falamos de planejamento, sempre há um espaço para a incerteza, ao que traz o jogo. Não podemos contar com Luis e Carlinhos é dúvida, mas acho que o time tem um bom espírito coletivo – concluiu o técnico, em uma de suas possíveis últimas coletivas.

Confira a ficha técnica do clássico válido pela 9ª rodada do Brasileirão:

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 4 X 0 SÃO PAULO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 28 de Junho de 2015, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa)
Auxiliares: Rogério Pablos Zanardo (Asp-Fifa) e Daniel Paulo Ziolli (Asp-Fifa)
Público/Renda: 29.233 pagantes/ R$ 1.989.100,00
Cartões amarelos: Bruno, Hudson, Rafael Tolói (SPO), Lucas (PAL)

GOLS: Leandro Pereira 31’/1T (1-0), Vitor Ramos 40’/1T (2-0), Rafael Marques 13’/2T (3-0), Cristaldo 26’/2T (4-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo, Egídio, Gabriel, Arouca, Robinho (Cleiton Xavier 31’/2T), Rafael Marques, Dudu (Gabriel Jesus 36’/2T) e Leandro Pereira (Cristaldo 14’/2T). Técnico: Marcelo Oliveira.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória, Carlinhos, Hudson (Centurión 24’/2T), Souza, Ganso, Michel Bastos, Alexandre Pato (Thiago Mendes 29’/2T) e Luis Fabiano. Técnico: Juan Carlos Osorio.

Fonte: Lance

Um comentário em “Em ‘contagem regressiva’, Osorio relembra goleada contra o Palmeiras

  1. Se Osório quiser sair é um direito dele , se a diretoria pode demitir um treinador , ele também pode escolher onde acha melhor trabalhar , em qualquer empresa é assim que funciona , se Osório não confia na diretoria ( em seus patrões não a clima para continuar no clube.

    Só vejo que será muito difícil encontrar um nome forte para assumir o clube , trazer Muricy de volta seria um retrocesso , ele fez um trabalho ruim no São Paulo e com um elenco melhor que este que tem hoje o Osório , não ganhou nada no São Paulo ,e foi eliminado para equipes inexpressivas dentro do Morumbi , e até mesmo pelo Nacional de Medelín treinado pelo Osório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*