Em baixa com torcida tricolor, Ganso tem primeira decisão contra ex-time

O meia Ganso , do São Paulo, enfrentará Santos, sua ex-equipe, neste domingo, às 18h30, na Vila Belmiro, pela semifinal do Paulistão, e deverá ter de lidar com a hostilidade dos santistas, que ainda não engoliram sua saída para o rival.

Mas não são apenas os rivais que andam pegando no pé do meia. A própria torcida tricolor está insatisfeita como meia, que tem sido irregular durante a temporada. Ele havia mostrado um ótimo futebol na vitória por 3 a 0 sobre o RB Brasil, pelas quartas do Paulista, mas deixou a desejar no triunfo de 2 a 1 sobre o Danubio, pela Taça Libertadores, na última quarta-feira. Pela primeira vez, irá enfrentar o Peixe num duelo eliminatório;

Ganso tem um gol marcado e quatro assistências em 2015, números modestos para um jogador da sua capacidade. Quando Muricy Ramalho era o treinador, chegou a se cogitar a possibilidade de o jogador perder a posição e ir para o banco de reservas, o que não aconteceu. O ex-técnico saiu, o interino Milton Cruz assumiu e, de cara, ele mudou o posicionamento do camisa 10, que passou a atuar mais à frente, sem a obrigação de ter de ajudar tanto na marcação.

Desde que foi contratado pelo São Paulo, em setembro de 2012, Ganso atuou três vezes contra seu ex-time e ainda não venceu. Foram duas derrotas e um empate. No primeiro encontro, no dia 3 de fevereiro de 2013, o meia sentiu na pele toda a frustração da torcida alvinegra, que o recebeu com vaias e chuva de moedas. Dentro de campo, atuando mais pelo lado direito, o meia teve fraca atuação e viu seu time ser derrotado por 3 a 1.

Em outubro daquele ano, novo encontro, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. O time, já comandado por Muricy Ramalho, levou um passeio e Ganso praticamente não foi notado em campo. No fim, vitória do Peixe por 3 a 0. Em 2014, o único duelo com mando do Peixe foi realizado na Arena Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro, e o Tricolor, com os reservas, venceu por 1 a 0, gol de Boschilia. Ganso sequer viajou com a delegação.

Em fevereiro desse ano, alvinegros e tricolores se enfrentaram novamente, pelo Campeonato Paulista. No primeiro tempo, Ganso mostrou bom futebol e, em chute de fora da área, exigiu boa defesa do goleiro Vanderlei. No segundo tempo, o camisa 10 caiu de rendimento e viu o seu goleiro Rogério Ceni brilhar e garantir o 0 a 0 no placar até o final.

Neste domingo, Ganso terá três adversários pela frente: o Santos, a raiva da torcida do Peixe e a desconfiança dos são-paulinos. Resta esperar para ver qual resposta ele dará após os 90 minutos.

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Em baixa com torcida tricolor, Ganso tem primeira decisão contra ex-time

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*