Duelo com Ricardo Oliveira é a prova de fogo para defesa do São Paulo

Um dos fatores que fizeram o São Paulo voltar a crescer na temporada e a recuperar uma vaga no G-4 do Campeonato Brasileiro foi o desempenho do sistema defensivo que, na vitória sobre o Internacional, no último sábado, completou sua quarta partida sem ser vazado. A fase é boa, mas chegou a hora do maior desafio: enfrentar Ricardo Oliveira, o artilheiro do Campeonato Brasileiro, no clássico de quarta-feira na Vila Belmiro, contra o Santos. O camisa 9 do adversário já marcou 28 vezes na temporada, dos quais 15 vezes na competição nacional.

Montagem Bruno, Lyanco, Edson Silva e Reinaldo, do São Paulo (Foto: Montagem sobre foto do saopaulofc.net)Bruno, Lyanco, Edson Silva e Reinaldo formarão a defesa do São Paulo (Foto: montagem com fotos do saopaulofc.net)

O desempenho da defesa são-paulina chama a atenção principalmente porque o técnico Juan Carlos Osorio perdeu muitos jogadores não só na zaga, mas como também no setor de proteção do meio-campo. Quatro atletas deixaram o clube: Rafael Toloi, Paulo Miranda e Souza foram negociados, enquanto Doria não teve seu empréstimo renovado.

Nos últimos jogos, a situação piorou ainda mais com as lesões sofridas por Lucão e Luiz Eduardo. O primeiro se machucou contra o Flamengo após levar uma pancada de Guerrero, enquanto o segundo sentiu um incômodo no joelho esquerdo após a partida contra a Ponte Preta. Para fechar a lista de problemas no setor, Rodrigo Caio foi convocado para a seleção brasileira olímpica, foi desfalque contra Joinville e Inter e não enfrentará o Santos.

Juan Carlos Osorio São Paulo (Foto: Site oficial do SPFC)Juan Carlos Osorio prevê um grande jogo na próxima quarta-feira (Foto: Site oficial do SPFC)

Sem alternativas, o treinador colombiano apostou em Lyanco e Edson Silva, que se juntaram aos laterais Bruno e Reinaldo. O primeiro, revelado na base de Cotia, havia disputado apenas 20 minutos de um jogo contra o Atlético-PR e foi para a fogueira. O que se viu nas quatro últimas partidas foi um time bem organizado, marcando bem e uma defesa que, quando colocava à prova, deu conta do recado. No gol, Renan Ribeiro tem substituído bem Rogério Ceni, também se recuperando de lesão muscular.

Em sua última entrevista coletiva, na noite de sábado passado, Juan Carlos Osorio previu um grande jogo contra Ricardo Oliveira e seus companheiros, que são considerados pelo treinador colombiano como o melhor ataque do futebol brasileiro.

– Creio que o Santos é o melhor time do Brasil jogando no ataque. Existem outros times como Grêmio, Corinthians, Palmeiras, mas jogam diferente. Santos joga como nós, atacando, e creio que vá sem um grande jogo – ressaltou,.

Para o lateral-direito Bruno, o São Paulo tem boas chances de vencer na quarta.

– Ele (Ricardo Oliveira) tem muita qualidade, precisamos ter atenção o tempo todo. O sistema ofensivo do Santos é muito rápido e temos de encaixar um jeito de marcá-los. Mas, se repetirmos o bom papel dos últimos jogos, temos uma boa chance de sair com a vitória – disse o defensor.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Duelo com Ricardo Oliveira é a prova de fogo para defesa do São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*