Domingo infeliz de Ceni começou ainda no aquecimento da partida

Foi bem infeliz o domingo de Rogério Ceni. O capitão são-paulino sofreu dois gols de Diogo, desperdiçou pênalti – o segundo em menos de duas semanas – e deixou o Canindé culpando-se pela derrota por 2 a 1 para a Portuguesa. A primeira mostra de que as coisas não dariam certo apareceu antes mesmo do apito inicial.

No trabalho de aquecimento, ele buscou bola atrás do gol e tentou lançá-la para o reserva Denis, mas a acertou na placa de publicidade. Depois de alguma dificuldade para recuperá-la junto ao alambrado, chutou na placa novamente, virando alvo de gozação da torcida rubro-verde. Ele então desistiu de usar o pé e, na esportiva, comemorou quando, com as mãos, conseguiu devolver a bola ao campo.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Goleiro se atrapalhou mais de uma vez com a bola no trabalho de aquecimento no jogo do Canindé

Começado o jogo, Ceni salvou a equipe com duas boas defesas na primeira metade da etapa inicial, mas não teve a mesma sorte aos 37 minutos, quando o lateral direito Douglas, encostado junto à trave esquerda, rebateu bola para o meio da área, e Diogo completou para a rede. O camisa 7 da Portuguesa balançou sua rede também na etapa final, em chute da entrada da área.

 

Foi entre um gol e outro que o capitão do São Paulo errou a cobrança de penalidade máxima sofrida por Aloísio. Chutou quase no centro do gol, e Lauro defendeu com o pé. “Foi muito mal batido, a responsabilidade é minha”, reconheceu o jogador, no fim da partida, dizendo ter sido dele a culpa pelo resultado negativo no Canindé.

Melhor – e oficial – batedor do time, Ceni já havia errado pênalti recentemente, na excursão do clube pelo exterior. Em 31 de julho, foi o alemão Neuer quem defendeu sua cobrança, nos minutos finais da vitória do Bayern de Munique por 2 a 0, na primeira partida da amistosa Copa Audi. Questionado sobre o assunto, o técnico Paulo Autuori não negou que possa definir outro cobrador.

“O que eu vou fazer, eu vou fazer, não preciso anunciar. Não anuncio aquilo que vou fazer apenas para agradar pessoas, porque isso não é do meu tipo. As decisões que vou tomar serão tomadas internamente, e no momento certo”, respondeu, bravo, depois de dirigir sua oitava derrota em dez partidas no comando são-paulino.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Domingo infeliz de Ceni começou ainda no aquecimento da partida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.