Do jejum para a invencibilidade

Líder do Grupo A no Campeonato Paulista de 2014 com 18 pontos, ao lado da Penapolense, o Tricolor retomou o fôlego para seguir firme em busca da classificação para a segunda fase. O que antes eram quatro partidas sem vencer, agora são quatro de invencibilidade (uma vitória e três empates).

Antes de encarar o XV de Piracicaba, na última quarta-feira (26), o São Paulo acumulava quatro jogos sem vitórias: derrota para a Ponte Preta (2 a 1) e empates com Portuguesa (0 a 0), São Bernardo (1 a 1) e Santos (0 a 0). No entanto, o triunfo sobre o Nhô Quim, por 3 a 1 no Estádio Barão de Serra Negra, fez com que a equipe são-paulina mudasse o seu panorama no Estadual.

“Isso mostra como o futebol é dinâmico e muda constantemente. Nossa equipe estava jogando bem, mas não vencia. Agora, já estamos sem perder há quatro jogos. No futebol, tudo acontece muito rápido”, avaliou o líder e capitão do São Paulo, Rogério Ceni, após o triunfo no interior paulista.

Restando quatro jogos para o fim da fase de grupos, o Tricolor está próximo de garantir o direito de seguir adiante no torneio. Ao término dessa fase, os dois melhores de cada grupo avançarão para as quartas de final. O primeiro e o segundo colocados de cada grupo vão se enfrentar em um jogo único para definir quem vai avançar até as semifinais. E, assim como na fase anterior, será jogada em uma partida única.

Somente a final do Paulistão será disputada em jogos de ida e volta. Com a disputa da Copa do Mundo de 2014, entre os meses de junho e julho, a FPF adotou essa fórmula de disputa para reduzir as datas da competição. Por enquanto, a Penapolense seria a adversária do São Paulo no primeiro mata-mata do campeonato.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*