Dívida de Corinthians, SP e ‘fraude’: Pato que rescisão e receber R$ 4,3 mi

Alexandre Pato busca, na justiça, receber 10 meses de direitos de imagem atrasados do Corinthians e três do São Paulo. Segundo o advogado do atacante, a alegação corintiana de que o pagamento seria feito a uma empresa trata-se de uma ‘fraude’ e a dívida é evidente. O valor pedido é próximo de R$ 4,3 milhões.

“Não tenho um valor exato, mas são 10 meses de direito imagem atrasados. Isso representa quase o dobro do que recebe em carteira”, disse o advogado de Alexandre Pato, João Chiminazo.
A conta da dívida com Pato contempla 10 meses de direitos de imagem atrasados pelo Corinthians, que totaliza próximo de R$ 4 milhões. Mais três meses de direitos de imagem devidos pelo São Paulo, outros R$ 300 mil. Os valores em carteira de trabalho (CLT), pagos pelo São Paulo, estão em dia — o jogador recebe R$ 300 mil mensais.
Corinthians alega pagamento, advogado fala em ‘fraude
O Corinthians alega que os direitos de imagem não são pagos a Pato, mas a uma empresa. O pagamento, segundo o presidente do clube, Roberto Andrade, foi feito. “Eu vou explicar aqui e pouca gente vai entender. A imagem do Pato não é dele. É de uma empresa inglesa, ele vendeu o direito dele quanto tinha 16 anos de idade. Contrato de imagem do Corinthians não é com ele, é com uma empresa inglesa. Está tudo pago”, disse ao canal Fox Sports na quinta-feira.
Já Chiminazo não entende assim. “É uma prática dos clubes exigir que jogadores tenham uma empresa para receber os direitos de imagem. Assim, quando questionados por falta de pagamento, podem alegar isso aí. Mas o contrato é assinado pelo jogador, ele é um trabalhador do clube. É uma fraude, uma imposição dos clubes. Já tem uma centena de causas ganhas sobre isso”, rebateu.
A juíza Maria Alice Severo Kluwe indeferiu a ação até que as partes sejam envolvidas. Todos foram notificados. O pedido de rescisão de Pato implicaria também no fim do contrato de empréstimo com o São Paulo, deixando o jogador livre de qualquer vínculo.
Fonte: Uol

4 comentários em “Dívida de Corinthians, SP e ‘fraude’: Pato que rescisão e receber R$ 4,3 mi

  1. Esse advogado vem falando direto que é fraude você pagar aos jogadores um valor em PJ , acho que ele deveria tomar mais cuidado , pois se é fraude os clientes são cúmplices , e devem se punidos também , com o pagamento da diferença de recolhimento do IR no caso de 27% para CLT para 20% de PJ , mais multa correção monetária e juros , e em caso de reincidente, como muitos jogadores são, pois fazem isso em vários clubes , devem ser até presos , por fraudar recolhimento de impostos.

Deixe uma resposta para marco Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.