Dirigente do São Paulo descarta multar Luis Fabiano

O vice-presidente de futebol do São Paulo, João Paulo Jesus Lopes, disse que o atacante Luis Fabiano não será multado após receber o terceiro cartão amarelo em três partidas do Campeonato Brasileiro.

Em rápido contato com o UOL Esporte, ele confirmou que o diretor de futebol, Adalberto Baptista, teve uma conversa “bastante amistosa” com artilheiro e descartou qualquer tipo de punição.

“Houve apenas uma conversa com o Adalberto, muito amistosa por sinal. Posso te garantir que ele não será multado”, disse Jesus Lopes.

A reportagem também falou com o diretor de futebol, mas assim como já havia adiantado no desembarque da equipe após a derrota para o Internacional, ele voltou a reafirmar que o assunto é tratado internamente e negou que o presidente, Juvenal Juvêncio, tenha multado o camisa 9.

“Acho bem difícil, uma vez que ele está viajando. Todas as nossas medidas serão discutidas internamente, como você já sabe”, concluiu.

O assunto é o mais comentado no São Paulo, que no domingo enfrenta o Santos pela 4ª rodada do Brasileiro. Em entrevista no CCT da Barra Funda, Émerson leão voltou a falar sobre o seu principal jogador de ataque e pediu uma nova postura.

“Ele tem mais de 30 anos, jogou na Europa, mas, às vezes, perde-se no controle emocional. Eu me preocupo e mostro o perfil do árbitro. Ele levou três amarelos e menos mal que ficou no amarelo. Acho que deveria haver uma atitude. Ele precisa mostrar nesses momentos a mesma inteligência que tem quando marca um gol”.

Os três cartões recebidos pelo Fabuloso foram por reclamações. Na estreia, ele reclamou do pênalti marcado a favor do Botafogo. Contra o Bahia, novamente se dirigiu ao árbitro, mas desta vez cobrando uma penalidade a favor do São Paulo. Diante do Inter, ele dominou a bola com o braço e o juiz assinalou falta. Como achou que não havia cometido a irregularidade, reclamou muito e foi advertido.

Um dia depois, ele assumiu o excesso nas reclamações e afirmou que precisará refletir e analisar o momento atual.

“Eu reconheço meu erro. São três cartões seguidos e isso realmente não pode acontecer”, disse em entrevista ao site oficial do clube.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*