Diretor do Fla é demitido após anúncio de boicote ao São Paulo na base

Ao anunciar um boicote ao São Paulo em torneios de base, Carlos Brazil, então responsável pelas categorias no Flamengo, recebeu apoio da maioria dos grandes clubes do futebol brasileiro. A repercussão interna no rubro-negro, porém, não foi das melhores e o coordenador das categorias menores foi demitido nesta semana.

Oficialmente, o Flamengo não revela o motivo. Entretanto, é de conhecimento geral nos bastidores que Brazil foi mandado embora do clube por Wallim Vasconcellos, vice de futebol do Flamengo, por falar em nome do clube enquanto não estava autorizado.

Político, Wallim não queria ver o Flamengo metido na polêmica antes de conversar com representantes do São Paulo para esclarecer a história. Carlos Brazil se antecipou, confirmou o boicote em nome do rubro-negro e causou enorme desconforto.

A situação foi a gota d’água para a sua demissão. Desde o início do ano, a situação já não era das mais confortáveis para Brazil. Com a chegada de Marcos Biasotto, amigo do diretor Paulo Pelaipe, para comandar as categorias de base, ele vinha perdendo espaço e demonstrava enorme insatisfação por conta de algumas práticas do novo dirigente.

O boicote
A medida do boicote foi definida pelas equipes descontentes como um protesto à conduta adotada pelo clube do Morumbi na captação de jovens atletas. Os clubes acusam o São Paulo de aliciar os pais de jovens atletas de outros clubes, que quebraria suposto “código de ética” firmado entre os times grandes.

Além do Flamengo, integram o boicote o Botafogo, Fluminense, Vasco e Palmeiras, Atlético-MG, Vitória, Ponte Preta , Coritiba, Cruzeiro e Goiás. O Santos não se pronunciou. Já o Corinthians participou das conversas com os clubes, mas adota discurso neutro.

O primeiro campeonato sem os descontentes com o São Paulo é a Copa 2 de Julho sub-17, que será realizado de 1º a 13 de julho, na Bahia. A organização do torneiro, porém, ainda tenta reverter a situação.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*