Desafeto do Palmeiras, Paulo César Oliveira apita o Choque-Rei

Paulo César de Oliveira será o árbitro do clássico entre São Paulo e Palmeiras, sábado, no Morumbi. A diretoria do Verdão não aprecia o trabalho do paulista, que coleciona polêmicas em jogos do clube. O Tricolor também já reclamou dele, inclusive neste ano.

Paulo César, que terá Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Van Gasse como assistentes, não comanda um jogo do Palmeiras desde 1º de maio de 2011. Na ocasião, o zagueiro Danilo foi expulso e o Corinthians se classificou à final do Paulistão nos pênaltis.

O clube do Palestra Itália já estava incomodado por causa de uma matéria publicada no Jornal da Tarde, antes daquele clássico. A publicação afirmava que o juiz teria sido indicado para o jogo pelo Corinthians, após um aval dos próprios palmeirenses. O vice de futebol do clube, Roberto Frizzo, negou e lembrou que havia uma lista com cerca de 30 erros do árbitro contra o Palmeiras.

Um deles é muito lembrado nas redes sociais, onde torcedores já começaram a se manifestar. Na semifinal do Paulistão de 2008, contra o próprio São Paulo, o Verdão perdeu por 2 a 1 com um gol de mão do atacante Adriano, que defendia a equipe do Morumbi. Paulo César chegou a ser vetado dos jogos do clube.

O Tricolor também tem alguns casos de reclamação contra Paulo César. Na semifinal do Paulistão deste ano, por exemplo, o técnico Emerson Leão esbravejou com a marcação de um pênalti de Paulo Miranda sobre Alan Kardec, logo no início da partida. No intervalo, quando os são-paulinos gritavam “ladrão”, o treinador ficou em silêncio e apenas apontou para as arquibancadas para reclamar com o juiz.

Será o terceiro jogo que Paulo César de Oliveira apitará do São Paulo na temporada. Neste Brasileirão, esteve na vitória por 3 a 1 sobre a Portuguesa, três rodadas atrás. Ele já apitou 22 vitórias do São Paulo, 12 empates e seis derrotas. Nesses jogos, 17 são-paulinos foram expulsos.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*