Derrotado, Tricolor pode ficar refém até de sorteio para seguir vivo

Devido ao resultado negativo diante do The Strongest, o São Paulo não depende mais só de si para se classificar às oitavas de final da Libertadores na última rodada. Além do resultado da outra partida da chave, que será disputada simultaneamente no dia 17, pode acabar dependendo até de um sorteio da Conmebol.

Isso ocorreria caso vença o Atlético-MG por 2 a 1, no Morumbi, e Arsenal e The Strongest empatem por 1 a 1, na Argentina. A combinação deixaria o time de Ney Franco e os bolivianos equiparados tanto em pontos ganhos (sete) quanto em saldo de gols, gols marcados no total e gols marcados como visitante. O critério seguinte para desempate, conforme o regulamento, é um sorteio com a presença de representantes dos dois clubes.

AFP

Time brasileiro foi surpreendido em La Paz e acabou derrotado por 2 a 1 pelo então lanterna The Strongest

Há outras possibilidades. Caso São Paulo e Arsenal (ambos com quatro pontos atualmente) saiam vencedores, a segunda vaga do grupo não será definida em sorteio, mas pelos critérios de desempate anteriores. O primeiro é saldo de gols, no qual, neste momento, quem leva vantagem é a equipe brasileira (-2 contra -6).

Para sair do Morumbi com a certeza da classificação sem muita conta, o melhor é torcer por um empate na outra partida e derrotar o Atlético por, no mínimo, dois gols de diferença. Dessa forma, o The Strongest não alcançaria o saldo são-paulino. É nisso em que se sustenta a confiança de Ney Franco.

“Nós temos todas condições de vencer o Atlético. O único detalhe é que não temos o controle do outro resultado. Matematicamente, temos chance. Nosso papel é entrar no Morumbi e conseguir a vitória. E o trabalho vai ser feito para isso”, disse o treinador.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*