Denilson diz que estaria chateado se estivesse na situação de Ganso

O meia Paulo Henrique Ganso já demostrou desejo em defender o São Paulo e o clube conseguiu oferecer o que Santos pedia pelo jogador. Ainda assim, a negociação não foi concluída por conta de uma dívida entre o time alvinegro e a DIS.  Para o volante tricolor Denilson, o meia tem motivos de sobra para ficar chateado com a situação.

“Se eu estivesse na situação dele eu estaria chateado sim. Ele já demonstrou ter vontade de vir para o São Paulo, então é óbvio que ele fica desanimado se algo interrompe a carreira dele. Eu acho que deveriam liberar ele para que ele possa jogar onde quer e demostrar a qualidade dele. Aqui ele iria nos ajudar muito”, afirmou o volante.

No meio do ano, Denilson também viveu um período de incerteza, já que seu contrato de empréstimo se encerrava e o volante desejava seguir no Brasil e não retornar ao Arsenal, seu clube de origem. O jogador disse que a sua negociação foi resolvida também na base da conversa, o que poderia se repetir no caso de Ganso.

“Eu apenas disse qual era o meu desejo, conversei com o Arsenal sobre o que seria melhor para mim no momento, o São Paulo também foi à Inglaterra conversar e houve um acordo. Mas o caso do Ganso é diferente, ele já demostrou insatisfação no Santos, cabe a diretoria decidir se vem ou não”, lembrou o jogador tricolor.

O São Paulo ofereceu R$ 23,9 milhões, mas 10% de uma futura venda, ao clube alvinegro, proposta que agradou, porém, o Santos quer abater uma dívida de cerca de R$ 8 milhões com a DIS, o que não foi aceito pelo grupo de investidores e trava o desfecho do negócio.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*