De novo ‘na dele’, Alan Kardec pega pior defesa para se reerguer

Artilheiro do Campeonato Paulista do ano passado com nove gols, quando ainda defendia o Palmeiras, Alan Kardec vive dias muito diferentes no São Paulo. Mas se depender do retrospecto de quando jogou como centroavante no Tricolor e do fraco desempenho da defesa do Marília, a história pode começar a mudar neste domingo, às 16h.

No Morumbi, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, Kardec será utilizado por Muricy Ramalho como centroavante apenas pela sexta vez nesta temporada. Nos cinco jogos anteriores em que atuou na posição favorita (são mais oito em outras formações ou saindo da reserva), o camisa 14 fez três gols, mas ainda vê a torcida colocar seu futebol em dúvida em 2015.

O bom aproveitamento como centroavante tem ficado em segundo plano, bem como as atuações elogiadas do ano passado. Na reta final de 2014, até mesmo a dupla com Luis Fabiano funcionava e Kardec não era questionado. Nesta temporada, bastaram dois jogos ruins ao lado de Fabuloso (derrotas para Flamengo e Corinthians) para que os créditos diminuíssem.

Até mesmo Muricy Ramalho, admirador profundo do futebol do atacante, cedeu. Hoje, por exemplo, Kardec será titular em uma equipe alternativa formada pelo técnico, que decidiu preservar Luis Fabiano e perdeu Alexandre Pato por entorse no tornozelo direito.

O alento é que dois de seus três gols no ano foram atuando com o time reserva e que o Marília vive péssima fase defensiva. O Tigre é lanterna geral do Campeonato Paulista e já levou 22 gols no torneio. O número é maior, por exemplo, que o de gols marcados pelo São Paulo, segundo melhor ataque com 21 tentos, atrás do Santos com 23.

A ordem, então, é esquecer as críticas e desencantar em 2015 no Morumbi, palco de cinco dos dez gols marcados no ano passado.

KARDEC COMO CENTROAVANTE EM 2015:

Capivariano

Depois de fazer dupla com Luis Fabiano nos amistosos em Manaus e de ser meia contra o Penapolense, Kardec foi centroavante pela primeira vez contra o Capivariano e fez um gol na goleada por 4 a 2 no Pacaembu. Pato fez três.

Bragantino
Mais uma vez ao lado de Pato, Kardec pôde ficar mais à frente e não decepcionou. Nos 5 a 0 sobre o Bragantino em Bragança Paulista, ele acertou chute de fora da área para marcar. Boschilia (2), Pato e Centurión completaram o placar.

Ponte Preta
Há uma semana, como hoje, o São Paulo usou time reserva no Campeonato Paulista e Alan Kardec pôde jogar como referência no ataque. Resultado? Virada na raça com empate de Paulo Miranda e o gol salvador de Kardec após passe de Ewandro.

Rio Claro e São Bento
Nesses dois confrontos, Alan Kardec foi centroavante, mas não marcou. Contra o Rio Claro, o Tricolor ficou no 0 a 0. Contra o Bentão, vitória magra por 1 a 0, gol de pênalti de Rogério Ceni no Morumbi.

Fonte: Lance

4 comentários em “De novo ‘na dele’, Alan Kardec pega pior defesa para se reerguer

  1. Ele jogava bem nas porcas pq o time jogava por ele, e ele era o centroavante dentro da area, no sao paulo, ou o nosso treineiro o coloca com o pipoqueiro e ai mata tudo, ou coloca ele para ter que ir e voltar da area ao meio de campo.
    Esse é o grande problema do nosso treineiro nao sabe aproveitar o que os jogadores tem de melhor para dar para o time, prefere queima-los, e assim vai o nosso treineiro.

    • Assim ele faz com Ganso, tira o que jogador tem de melhor e poem marcar
      coisa que na’o e’ sua funca’o, e os volantes colocaka de armadores,
      e assim faz com todos, embaralhando tudo e confundindo.
      So’ na’o meche no luisito pipokkka esse e’ mesmo o dono.
      Por isso, so’ por isso ele e’ hoje o “trenero du karajo”,
      segundo a fox internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*