Cueva diz ser o culpado por revés: “Não vou esconder minha cara”

O meia Christian Cueva teve nos pés a grande chance de empatar a partida para o São Paulo. No entanto, ao desperdiçar uma cobrança de pênalti no último minuto do jogo, o peruano não evitou a derrota por 2 a 1 para o Ituano.

Autor do único gol do Tricolor na noite desta quarta-feira, marcado no começo da etapa complementar, o camisa 10 assumiu a culpa pelo revés. “Foi responsabilidade minha. Tranquilo, não vou esconder minha cara. Essa é a minha responsabilidade e eu a assumo”, afirmou Cueva, na saída do Estádio Novelli Júnior.

Esta foi a quarta derrota do Tricolor na temporada, sendo a segunda consecutiva. O resultado aumenta a pressão da equipe. “Hoje era para ganhar, mas faz parte do futebol. A responsabilidade maior é minha porque errei um pênalti no último minuto”, reiterou.

Cueva também saiu em defesa do meia-atacante Diego Souza, substituído por Tréllez no intervalo após atuação discreta no primeiro tempo. “Para mim e para o grupo, ele vem jogando muito bem. São momentos. O Diego está fazendo uma função que não é a dele”, pontuou.

Por fim, ainda desconversou ao ser questionado se havia mesmo recusado uma proposta de 12 milhões de euros do Dalian, da China. “São coisas internas, não posso falar. São coisas do clube e do jogador”, explicou, sucinto.

Em entrevista coletiva, o técnico Dorival Júnior elogiou o peruano e o isentou de culpa pelo revés. “Foi o protagonista da partida. Só erra o pênalti quem bate. O goleiro foi muito feliz. Foi o último lance do jogo. Quero que o jogador se exponha e ele fez isso. Fiquei satisfeito. Esse é o Cueva que todos nós queremos. O erro faz parte. A responsabilidade é do treinador. As vitórias os jogadores comemoram, as derrotas o treinador assume”, disse o comandante.

Apesar da nova derrota, o São Paulo permaneceu no primeiro lugar do Grupo B, com dez pontos ganhos, os mesmos da Ponte Preta, que tem uma vitória a menos. Cada vez mais pressionada, a equipe dirigida por Dorival Júnior buscará se reabilitar no torneio diante da Ferroviária, a partir das 17 horas (de Brasília) deste domingo, no Morumbi.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Cueva diz ser o culpado por revés: “Não vou esconder minha cara”

  1. Se jogar o futebol de ontem na Copa do Mundo, os peruanos não o deixarão descer do avião. Está completamente desconcentrado. Muito mal. O 1º gol do Ituano começou com um erro seu. Talvez um novo “técnico” o motive, senão bye bye.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*