Cuca surgiu no Grêmio, e Renato deixou más lembranças no São Paulo

O São Paulo recebe o Grêmio às 11h (de Brasília) de amanhã (31), no Morumbi, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os mais jovens podem não se lembrar, mas os treinadores dos Tricolores têm história nos dois clubes. Cuca, hoje comandante dos paulistas, despontou para o futebol como jogador na equipe do Rio Grande do Sul. Já Renato Gaúcho, que treina a equipe do sul, teve uma passagem meteórica pelo clube do Morumbi.

No mesmo Salão Nobre do Morumbi em que Daniel Alves vestiu pela primeira vez a camisa do São Paulo oficialmente, Renato Gaúcho concedeu entrevista coletiva como reforço do clube no dia 14 de fevereiro de 1997. Porém, pouco depois de tirar foto exibindo o manto do Tricolor paulista, ele acertou com Fluminense.

“O Renato era um dos jogadores oferecidos pela Federação Paulista de Futebol. O então presidente Eduardo José Farah nos sugeriu, e nós aceitamos, desde que eles ficassem responsáveis por tudo. O Farah ficou responsável por tudo e só nos pediu para fazer uma apresentação. Fizemos tudo como foi pedido, só que no dia seguinte ele ficou com o Fluminense”, conta o presidente do São Paulo na época, Fernando Casal de Rey.

“Quem mexe com futebol tem de se acostumar com isso. E ele não tinha história no São Paulo. Eu mesmo não o conhecia pessoalmente. Nunca mais falei também com ele. Achei que não valia à pena até pelo significado da atitude dele. Mas não tenho problema nenhum com ele. Depois, pegamos o Carlos Miguel, que nos ajudou a conquistar o título de 98”, minimizou o ex-mandatário.

Na época, Renato iria ganhar um salário de R$ 80 mil – sendo que a FPF arcaria com R$ 50 mil. Sem assinar contrato com o Tricolor paulista, o então atacante, aos 34 anos na época, entrou em acordo com os cariocas no dia seguinte à apresentação, após saber que iria ser quitada uma dívida que o clube das Laranjeiras tinha com ele de R$ 1,1 milhão .

Cuca já fez gol de título no Grêmio

O hoje treinador do São Paulo tem uma relação bem diferente com o Grêmio. Apesar de não gostar do rótulo de ídolo, ele está entre os principais jogadores do clube. Cuca apareceu no cenário nacional na equipe gaúcha e fez história ao participar das conquistas estaduais de 1988, 1989 e 1990 e da Supercopa do Brasil de 1990.

Para completar, Cuca foi o autor do gol do título da Copa Brasil de 1989 – a primeira edição do torneio. Na ocasião, de perna esquerda, ele fez o segundo na vitória por 2 a 1 sobre o Sport, no Olímpico.

A relação com o Grêmio, porém, não tem apenas glórias. Ele dirigiu o time em 2004, ano em que a equipe, já sob a batuta de Cláudio Duarte, terminou rebaixada para a Série B do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO x GRÊMIO

Data: 31 de agosto de 2019

Horário: 11h (de Brasília)

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Arboleda (Anderson Martins) e Reinaldo; Liziero, Tchê Tchê e Daniel Alves; Antony, Toró e Everton. Técnico: Cuca.

Grêmio: Julio César; Rafael Galhardo, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba; Michel, Thaciano (Darlan), Luciano, Luan e Pepê; Diego Tardelli. Técnico: Renato Gaúcho.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.