Chavez não vai ficar, e São Paulo torce para que Boca contrate Centurión

A diretoria do São Paulo não recebeu nenhuma notificação do Boca Juniors, mas vê com bons olhos os rumores publicados na imprensa argentina, que dão conta de que o clube portenho vai abrir os cofres e investir na compra em definitivo do atacante Centurión, que está emprestado até junho, com os direitos fixados em US$ 6 milhões (R$ 18,7 milhões). O atacante Chavez defende o Tricolor pelo mesmo período.

No São Paulo, essa negociação só traria benefícios. Primeiro, o clube devolveria o dinheiro que pegou emprestado do diretor de marketing, Vinícius Pinotti, que cedeu R$ 14 milhões para contratar o atacante junto ao Racing em 2015. Além disso, o comportamento extracampo de Centurión preocupa, e uma saída em definitivo é vista com bons olhos. Desde que chegou ao clube argentino, o atleta se envolveu em pelo menos cinco incidentes que suscitaram dúvidas sobre sua postura fora das quatro linhas.

Andrés Chavez será devolvido ao Boca Juniors assim que acabar seu empréstimo. No segundo semestre do ano passado o jogador foi o principal atacante da equipe tricolor, uma peça importante na luta para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Este ano, porém, o camisa 9 virou coadjuvante. Viu Lucas Pratto chegar e assumir a vaga de titular e Gilberto se colocar como reserva imediato, com seis gols marcados.

Chavez é pouco utilizado pelo técnico Rogério Ceni, que está descontente com o rendimento dele. Nesta quarta-feira, como o time deverá atuar apenas com reservas, existe a possibilidade de o argentino ganhar uma oportunidade. Mas nada mudará seu destino. Principalmente porque seus direitos estão fixados em US$ 4 milhões (R$ 12,5 milhões), valor que o Tricolor não pagará.

Veja informações do São Paulo para a partida contra o São Bernardo

Local: estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo (SP)
Data e horário: quarta-feira, às 21h45 (de Brasília)
Escalação provável: Renan Ribeiro; Araruna, Lugano, Breno e Júnior Tavares; Wellington, João Schmidt e Wesley; Shaylon (Neilton), Gilberto e Chavez
Desfalques: Sidão, Cueva, Buffarini, Pratto, Lucas Fernandes, Wellington Nem, Thiago Mendes e Bruno
Arbitragem: Vinícius Gonçalves Dias Araújo, auxiliado por Hernan Brumel Vani e Bruno Salgado Riso
Transmissão: Premiere (com Bachin Júnior e William Machado)

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Chavez não vai ficar, e São Paulo torce para que Boca contrate Centurión

  1. Uma pena. Essa cultura de dispensar atletas que perderam a titularidade é um erro que o clube vem repetindo nos últimos anos. Tem que valorizar o banco. Espero não ver a repetição da palhaçada de outros anos, quando, por exemplo, deixaram zagueiro com bom desempenho sair e depois contrataram o reserva do Botafogo….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*