Centroavante, meia e volante: o que o São Paulo busca no mercado da bola

Centroavante, volante e meia: o São Paulo busca reforços dessas posições para 2017. Depois de contratar o goleiro Sidão e os atacantes Wellington Nem e Neilton, dupla que atua pelos lados, o clube continua ativo no mercado da bola.

– O São Paulo precisa de um centroavante de ofício. Se houvesse um meia armador… embora acredite que o Lucas Fernandes possa fazer bem essa função. Talvez um primeiro volante, com a saída do Hudson (foi trocado por Neilton com o Cruzeiro). E nas laterais vamos usar o Foguete e o Júnior. Esses meninos serão os suplentes, mas se precisar de mais um, talvez (buscará mais um lateral no mercado) – disse Marco Aurélio Cunha, à rádio “Transamérica”.

Cícero, do Fluminense, é o nome para o meio de campo. O jogador foi aprovado pelo técnico Rogério Ceni, com quem tem boa relação. O Tricolor paulista busca uma composição com o clube carioca, que teria de arcar com uma parte dos salários do atleta para ele não ultrapassar o teto estabelecido de R$ 400 mil.

Para acertar com um homem de referência, o São Paulo encontra dificuldade por Cristian Colmán, do Nacional, e analisa alternativas. O Tricolor gostaria de parcelar o pagamento pelo atleta, e os paraguaios querem à vista o montante de US$ 1,1 milhão (cerca de R$ 3,8 milhões). Por conta do impasse, o vice-presidente do clube paraguaio deu a negociação como encerrada.

Outra busca do São Paulo é um novo volante. Com a saída de Hudson e a possibilidade de perder João Schmidt, cuja renovação está travada, nomes como Felipe Melo e Sandro surgiram, mas o primeiro é considerado caro pelos salários e o segundo foi descartado. A informação no clube sobre Júnior Urso é de que ele permanecerá no futebol chinês em 2017.

Com pouco dinheiro em caixa, o São Paulo procura oportunidades de mercado, como empréstimo gratuito ou trocas. Assim o clube conseguiu os três reforços até o momento.

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Centroavante, meia e volante: o que o São Paulo busca no mercado da bola

  1. Pena que nossa diretoria seja tão fraca e mão de vaca nas contrataçoes,pois o torcedor apoiaria sem duvidas ,já deu mostra disso várias vezes lotando o morumba com times medonhos.
    Porem faltam competência e ousadia para esses caras.

  2. Se for pagar mais de 400 mil para o Cícero, que eu acho um absurdo para um jogador comum, que pague 600 para o Thiago Neves, Conca, Kaka ou Hernanes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*