Ceni sobre Ganso: ‘Se for mais competitivo, ninguém vai superá-lo’

A atuação do São Paulo diante do Bolívar (BOL) nesta quarta-feira não deixou dúvidas de que Ney Franco acertou na escolha do time. Na véspera da vitória por 5 a 0, o treinador tirou Ganso do time e colocou o atacante Aloísio para atuar pelo lado direito do ataque.

Rogério Ceni, capitão do time, rasgou elogios a Paulo Henrique, mas disse que o meia ainda precisa melhorar:- O Ganso é importantíssimo. É um dos mais talentosos que já vi, ele antevê a jogada, o passe dele é diferente. Nós precisamos cada vez mais da parte física dele. É dificil encaixá-lo com o Jadson no meio de campo, o Jadson não joga pelas pontas também. É impressionante nos treinos que você toca para ele e a jogada já esta feita na cabeça dele. Ele tem que ser mais competitivo, se conseguir, não vejo ninguém que possa superá-lo. É um menino muito bom.

O camisa 8 foi a campo apenas na segunda parte de etapa complementar. Ele entrou na vaga de Jadson, que teve boa participação e marcou um gol na goleada sobre os bolivianos.

Além do bom começo de temporada, Jadson ganhou a confiança de Ney Franco ao ser um dos grandes responsáveis pelas boas campanhas do São Paulo no Brasileirão e no título da Copa Sul-Americana no ano passado. Com 17 assistências, o camisa 10 são-paulino foi o principal “garçom” da equipe em 2012, tendo marcado ainda dez gols.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*