Ceni elogia Carlinhos e aponta posição que precisa de reforços no SP

Prestes a completar 42 anos e de contrato renovado até agosto de 2015, o goleiro Rogério Ceni concedeu entrevista à ESPN Brasil nessa segunda-feira e falou sobre a próxima temporada do São Paulo, classificado para  a Copa Libertadores. Em meio à reformulação do time, o capitão elogiou a contratação do lateral esquerdo Carlinhos, do Fluminense, que assinará contrato de três anos. E ainda apontou outra posição que precisa ser reforçada, na opinião dele.

“Eu joguei muitas vezes contra, ele deu muito trabalho contra, espero que ele possa continuar dando trabalho, agora para nossos adversários. Muita velocidade, um jogador que chega fácil na linha da fundo, é uma nova opção para o Muricy. Vai ser muito bem recebido e que ele possa produzir o que ele produziu contra a gente, ele produza a favor”, falou o goleiro, sobre Carlinhos, antes de citar que é preciso contratar reforços para a lateral do setor ofensivo.

“O lado de campo nosso, temos o Osvaldo, o Ademilson, e não temos um terceiro jogador, são todos mais centralizados. Esta posição se cansa muito. Isso num jogo de quarta a domingo, este jogador sente muito cansado. Se você tem mais jogadores nesta posição, você consegue manter o ritmo de jogo mais vezes”, completou.

O goleiro reafirmou que pretende ser treinador quando encerrar a carreira, porém afirmou que não gostaria de treinar outro clube que não fosse o São Paulo no Brasil.

“Vou tentar estudar um pouco futebol, depois do final da carreira, seja ela em agosto, seja em dezembro. É o que pretendo fazer para encarar uma nova etapa. Eu gostaria de ser técnico do São Paulo. Se não eu vou pensar. Gostaria de me preparar para dirigir o São Paulo, aí no caso existe a reciclagem e depois pensar fora do país. Se eu fosse treinador gostaria de ser do São Paulo. Hoje eu não me vejo nesta condição, se eu for um profissional da área, se eu escolher trabalhar em um outro time do Brasil vou ter que trabalhar com isso, mas meu primeiro objetivo seria trabalhar no São Paulo, ou senão eu escolho uma outra função”, disse.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.