Cenário e adversário trazem boas lembranças para ascensão tricolor

O Brasileiro de 2008 traz boas lembranças e particularidades a Muricy Ramalho. O treinador comandou a ascensão do São Paulo rumo ao tricampeonato nacional daquele ano, após uma arrancada. Neste domingo, no confronto diante Vasco, às 16h, em São Januário (com transmissão em tempo real pelo LANCE!Net) tem inspiração de sobra para tirar a equipe da degola.

Na 36ª rodada do Nacional daquela temporada, o Tricolor venceu por 2 a 1 o Cruz-maltino, fora de casa, abriu quatro pontos de vantagem ao vice-líder Grêmio e praticamente assegurou a terceira taça consecutiva do torneio. Essa foi a maior diferença do clube como líder para o segundo colocado. Neste domingo, a vitória tira o time da zona de rebaixamento, faz com que a equipe ultrapasse o próprio adversário e traz um pouco de tranquilidade.

Também em 2008, a arrancada começou justamente na 21ª rodada, a mesma desta tarde, após vencer o Atlético-PR. A partir disso, a equipe ficou 18 jogos sem perder no torneio (12 vitórias e seis empates). Agora, é decisão a cada jogo.

Na reestreia pelo São Paulo, Muricy Ramalho comprovou a sinergia com a torcida tricolor, que apoiou o time em busca da quinta vitória. Tricampeão pelo clube, assumiu para ganhar outro “título”: a permanência na elite do futebol brasileiro.

– Temos de ir para o Rio para tentar a vitória. Não adianta ir com cautela, tem que buscar o resultado, claro que mais organizado – declarou, após a vitória diante da Ponte Preta.

De olho em um lugar fora da zona de rebaixamento, o Tricolor quer se aproveitar da instabilidade da equipe vascaína no palco em que já obteve êxito visando à outra arrancada.

EM 2008, VITÓRIA EM SÃO JANUÁRIO

O Vasco lutava contra o rebaixamento no Brasileiro de 2008, enquanto o São Paulo visava ao tricampeonato consecutivo, o sexto título nacional de sua história. Antes do jogo, a delegação tricolor encontrou problemas para entrar no estádio de São Januário e também para fazer o aquecimento.

Com a bola rolando, os mandantes tomaram a iniciativa na partida, mas esbarraram no déficit técnico diante do adversário. Os torcedores tentaram apoiar a equipe com os cânticos e alguns apitos, mas Jorge Wagner e Hugo marcaram para o Tricolor no Rio.

SÉRIE INVICTA GERA RECORDE

No Brasileirão de 2008, o São Paulo também igualou a maior série sem derrotas da história dos pontos corridos. Após o revés para o Grêmio, a equipe ficou 18 jogos invicta. O Atlético-PR também é dono do mesmo número, obtido em 2004. Nesse torneio, participaram 24 equipes, quatro a mais do que o ano em que o Tricolor foi tricampeão no Nacional.

A sequência do clube paranaense foi de 11 vitórias e sete empates, enquanto o clube do Morumbi teve uma vitória a mais.

O São Paulo só não conseguiu aumentar a série por conta da derrota por 1 a 0 para o Fluminense, fora de casa, na rodada inaugural do Campeonato Brasileiro de 2009. Daquele time de 2008, além de Muricy, Rogério Ceni e Wellington faziam parte do elenco.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.