Casemiro renova ânimo e fica na expectativa de jogar

Mais do que a goleada por 5 a 0, a partida diante da Universidad de Chile, no meio de semana, pela Sul-Americana, foi importante para o volante Casemiro. O são-paulino entrou no segundo tempo na vaga de Denilson. Oportunidade que ele vem esperando jogo após jogo.

Desde a chegada de Ney Franco, Casemiro disputou 15 partidas, sendo apenas quatro como titular. Mesmo com o período no banco de reservas, o camisa 28 não abaixou a cabeça. Seguiu trabalhando para uma nova oportunidade, como essa que aconteceu diante dos chilenos.

“É importante atuar. Às vezes você não vai para o jogo, mas o mais importante é estar com a cabeça tranquila, trabalhar no dia a dia. É estar de bem com você mesmo. Quem manda é o treinador e estou treinando para quando surgir outra oportunidade como essa, sempre alegre e feliz para dar o meu melhor”, disse Casemiro.

O volante revelou uma conversa com o técnico Ney Franco:

“A gente vem conversando. Na última sexta-feira, conversei com ele. Dei minhas opiniões. Deixei bem claro que ele pode contar comigo, e ele disse o mesmo. Os jogadores estão muito bem na equipe titular. O Ney deixou claro que sempre correspondi quando ele precisou”, completou Casemiro.

Antes de chegar ao São Paulo, Ney Franco já havia trabalhado com Casemiro. Pela Seleção Brasileira Sub-20, a dupla foi campeã Sul-Americana e Mundial em 2011, com o volante exercendo importante função no esquema tático do comandante.

No próximo domingo, diante do Grêmio, Casemiro vive a expectativa de ser mais uma vez utilizado. O volante Wellington está suspenso e Ney Franco ainda não definiu o seu substituto.

“É uma oportunidade que pode aparecer de novo. Se não for dessa vez, acontecerá no próximo jogo. Estou aqui para ajudar todo o grupo. Quando eu entrar, vou tentar corresponder da melhor maneira possível”, concluiu o são-paulino.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*