Carlinhos, reforço do SP, encarou reserva no Flu e superou morte do filho

O lateral esquerdo Carlinhos, o primeiro reforço do São Paulo para a temporada de 2015, teve um ano conturbado em sua carreira e na vida pessoal.

Depois de quatro temporadas em alta, em que conseguiu ser bicampeão brasileiro e teve o nome especulado em grandes clubes europeus, o atleta caiu de produção e teve que conviver com a reserva do time do técnico Cristóvão Borges.

Titular incontestável, com oferta da Roma, o atleta preferiu ficar no Fluminense, que tinha o apoio da Unimed para bancar parte de seu salário.

Mas ao longo do ano, seu rendimento foi diminuindo e ele acabou amargando o banco de reservas: perdeu a posição para Chiquinho, um meia-atacante improvisado no setor.

Em novembro, se envolveu em uma confusão que o tirou de uma partida. Antes de uma viagem a Goiânia, ele ingeriu um remédio proibido a atletas. Temendo uma punição caso fosse flagrado no exame antidoping, a comissão técnica decidiu tirá-lo do jogo.

Essas, porém, não foram as principais dificuldades vividas por Carlinhos no ano. Ainda durante a pré-temporada, ele precisou lidar com o nascimento prematuro e complicado de seus filhos gêmeos. Dois meses depois, um deles, Noah, acabou morrendo.

O lateral foi afastado do elenco para que pudesse se recuperar emocionalmente.

Ao longo do ano, ao perceber que seu contrato não seria renovado com as condições que ele queria, decidiu anunciar que sairia mesmo do clube, depois de quatro anos de serviços prestados.

Carlinhos chega ao São Paulo com um contrato de três anos. Deve brigar pela posição de titular com o uruguaio Alvaro Pereira, cujo contrato de empréstimo vence no meio de 2015.

O time paulista tem outra opção para o setor: Reinaldo, que atuou em poucos jogos de 2014, como na derrota para o Sport (1 a 0), no domingo.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Carlinhos, reforço do SP, encarou reserva no Flu e superou morte do filho

  1. Se não me engano ja passou pelo São Paulo esse jogador e fomos busca-lonovamnete, ih ja começou mal a diretoria nas contratações se tikvesse que trazer alguem do Flu que fosse o Conca para o lugar do Kaka, ah parei viu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.