Calleri enfrenta o Atlético-MG depois de preferir o São Paulo: “Escolhi bem”

Calleri quase fechou com o Atlético-MG no início do ano, mas preferiu acertar contrato de seis meses com o São Paulo. Pelas quartas de final da Libertadores, o argentino encontrará a equipe mineira. Neste momento, não tem dúvida de que fez a escolha certa.

– Eu acredito que escolhi bem. Não me arrependo de estar do lado de cá – disse o atacante.

O argentino não demorou a cair nas graças da torcida são-paulino. Mesmo com momentos complicados, como o período de 10 jogos que passou sem balançar as redes, Calleri recebeu apoio da torcida.

O atacante retribuiu à altura, aparecendo em momentos decisivos. O argentino marcou os dois gols da vitória sobre o River Plate, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores, quando o São Paulo corria o risco de ser eliminado precocemente do torneio continental.

No jogo seguinte, na altitude de La Paz, foi o autor do gol que garantiu o empate, em 1 a 1, com o The Strongest. No fim do jogo, ainda foi expulso de forma injusta. O desempenho, que levou o Tricolor às oitavas de final, aumentou a idolatria.

O carinho pelo jogador é notório nas arquibancadas do Morumbi. A música “toca no Calleri que é gol” é uma das mais entoadas durante os jogos. Além dos gols, a dedicação demonstrada em campo para brigar com os adversários também levanta a torcida.

– Estou muito feliz de estar no São Paulo, me receberam da melhor maneira, vou jogar como um jogo a mais. Vamos fazer o que viemos fazendo – destacou Calleri.

O primeiro jogo da decisão será provavelmente na próxima quarta-feira. Com pior campanha do que o Atlético-MG na primeira fase, o São Paulo faz a primeira partida no Morumbi. O Tricolor já abriu venda de ingressos para sócios.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.