Após desgastante viagem, Tricolor cresce e reencontra a LDU

A viagem para Loja, no Equador, no fim do mês de setembro, ficará marcada para o elenco são-paulino. Foram mais de 40 horas de percurso. No entanto, trajeto que fortaleceu o grupo, que cresceu no Campeonato Brasileiro e atingiu o objetivo de entrar no G4 da competição.

Desde então, o São Paulo disputou seis partidas pelo Brasileiro – quatro vitórias, um empate e apenas uma derrota (aproveitamento de 72,2%). Na noite da próxima quarta-feira, no Morumbi, o Tricolor reencontrará os equatorianos na luta por uma vaga nas quartas de final da Sul-Americana.

O empate no primeiro jogo foi visto com bons olhos pelo Tricolor. O técnico Ney Franco pede cautela, mas vê a classificação encaminhada. Na quarta, mesmo com o Brasileiro na reta final, o comandante tricolor quer levar a campo o que tem de melhor

“Eu, particularmente, acho que na quarta-feira temos de definir a classificação. É uma competição mata-mata, que não tem tempo de recuperação. Temos de garantir a nossa classificação e isso passa por usar o melhor do nosso elenco”, ressaltou o treinador.

A única derrota desde a viagem a Loja foi justamente no último domingo. No Engenhão, o Tricolor perdeu para o Flamengo por 1 a 0. Apesar disso, a equipe se mantém no G4 com 55 pontos, cinco a mais que o Vasco, que ainda entrará em campo por essa rodada.

Mas, agora, o momento é virar a chave e pensar na Sul-Americana. Para se classificar, o São Paulo jogará pelo empate sem gols. Se vencer, está classificado. No reencontro com os equatorianos, o Tricolor que mostrar que a viagem, apesar de desgastante, fortaleceu e muito toda a equipe.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*