Antes do Choque-Rei, Ceni joga uma hora com torcedores no Morumbi

Rogério Ceni ainda não tem presença assegurada no gol do São Paulo no clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo, mas nesta sexta-feira deu sinal duplo de que deve participar do duelo. Se pela manhã ele já havia treinado bem com o grupo, à noite o capitão participou de um evento com torcedores no Morumbi e aparentou estar em boas condições. Recuperado de um estiramento muscular na coxa esquerda, Ceni jogou na linha por cerca de uma hora e fez a festa dos fãs.

Ceni disputou dois jogos de 30 minutos, nos quais defendeu um time em cada tempo: o primeiro jogo terminou 6 a 1 e o segundo, 6 a 4, ambos para os times com o uniforme 2 do São Paulo. Os 44 torcedores pagaram R$ 5 mil pelo privilégio de trocar passes com o maior ídolo da história do São Paulo. Após os jogos, o Mito ainda cobrou um pênalti em cada participante, mais um sinal de que o incômodo na coxa que o tirou dos treinos e de um jogo do Tricolor não mais o atrapalha tanto.

Os jogos, como era esperado, tiveram lances de pouca categorias por parte dos torcedores, alguns lampejos, uma interação ativa do capitão são-paulinos e até erros do goleiro. Atuando mais à frente da defesa, como uma espécie de volante, Ceni vacilou em dois lances no começo do primeiro jogo e quase entregou o ouro. Errou dois passes na defesa, um deles ao tentar de calcanhar, mas as jogadas não acabaram em gol.

Um dos grandes momentos das peladas, que reuniam sempre um time com o uniforme branco contra o de uniforme listrado do clube, foi quando o goleiro Gabriel defendeu um pênalti. O torcedor estava no momento no time de Ceni e recebeu todo o carinho do capitão, que o reverenciou pelo sucesso na cobrança.

Ceni também deu lançamentos, tirou jogadores com fintas com o corpo e cobrou falta. Não direto para o gol, mas deixando um companheiro em boas condições para marcar – o “atleta” desperdiçou.

Nos times adversários de Ceni, estava também o ex-atacante do clube Aloísio Chulapa. Campeão mundial pelo clube em 2005, Chulapa era muito ligado ao goleiro quando atuaram juntos e abrilhantou a festa na noite fria paulista nesta sexta-feira. A dupla que fez sucesso junta trocou provocações com bom humor.

– Vai descer o cacete no Aloisio – brincou Ceni, perguntado sobre um zagueiro que jogaria no seu time pelo narrador oficial do evento.

Para completar o pacote oferecido pela Passaporte FC, empresa de turismo do São Paulo, os torcedores ainda acompanharam uma palestra com Ceni antes de cada jogo. O goleiro fez a preleção no vestiário como costuma fazer nos jogos do time profissional e procurou interagir muito com os fãs. Foi aplaudido.

Pelo São Paulo, Ceni deve voltar a campo no próximo domingo, no Allianz Parque. O goleiro sentiu o problema na coxa direita no duelo contra a Chapecoense, em Chapecó, pelo Brasileiro, e só voltou a treinar na última quarta-feira. Ficou fora do duelo contra o Avaí, no último domingo, sendo substituído por Renan Ribeiro, mas com a melhora deve voltar ao gol do Tricolor.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.