Aidar elogia Milton e “esquece” busca por técnico: “Deixou de ser prioridade”

A falta de um nome de consenso para assumir o cargo imediatamente e o bom desempenho do time sob o comando do interino Milton Cruz (quatro vitórias e uma derrota em cinco partidas, aproveitamento de 80%) fizeram o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, mudar de atitude em relação à contratação de um treinador para a sequência da temporada. Em vez da pressa para definir o substituto, o time adotou a cautela e seguirá apostando no interino enquanto procura a melhor alternativa. O termo “interino”, aliás, tem sido evitado pelo dirigente para se referir ao atual comandante.

–  A contratação de um técnico deixou de ser uma prioridade. Estou muito satisfeito com o Milton – afirmou o mandatário são-paulino.

– Estive no CT e conversei com os jogadores falando que o Milton é o treinador do São Paulo. A partir da saída do Muricy (no último dia 6), ele virou interino, mas está com uma performance tão boa que parei de usar essa expressão há algumas semanas. Os jogadores estão satisfeitos e fechados com ele. Por que falar de outro treinador agora? Ele precisa de paz para trabalhar. Nosrepresentou no encontro de técnicos na CBF. Se amanhã o Pep Guardiola (do Bayern de Munique) estiver disponível, paramos para pensar e reavaliar. O Milton é o nosso técnico e tem a minha confiança. Temos de dar valor para as pessoas e é isso o que estou fazendo – disse Aidar.

Com isso, Milton Cruz será o técnico na partida de quarta-feira, contra o Cruzeiro, no Morumbi, pelas oitavas de final da Taça Libertadores, e tem grande chance de estar no banco de reservas também na volta, no Mineirão, no dia 13. Para Aidar, sob o comando de Milton Cruz, o São Paulo evoluiu em todos os aspectos.

A situação só mudará caso um novo nome apareça no mercado. As opções existentes atualmente, como Mano Menezes e Abel Braga, não agradam. Vanderlei Luxemburgo, que divide opiniões no Morumbi, foi descartado no momento por estar empregado no Flamengo. Aidar não quer arrumar briga com o clube carioca.

Um nome que agrada bastante é o de Marcelo Oliveira, atualmente no Cruzeiro. Se por acaso o São Paulo avançar na Libertadores e o técnico deixar o time mineiro, ele passará a interessar, com grande chance de acerto. O Tricolor monitora as situação do comandante bicampeão Brasileiro, mas Aidar também despista sobre o profissional.

– Não posso achar nada do Marcelo Oliveira. Não queremos técnico empregado e ele está no Cruzeiro – resumiu.

Jorge Sampaoli, técnico da seleção chilena, é “carta fora do baralho”, de acordo com Aidar, pois está comprometido para a disputa da Copa América, cuja final é no dia 4 de julho, no Chile.

Sem pressa, o dirigente vai adotar postura diferente no processo de escolha. Quando Muricy foi demitido, o mandatário delegou a questão ao vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, e ao gerente de futebol, Gustavo Vieira de Oliveira. A partir de agora, ele participará ativamente do assunto.

– Toda a questão do treinador pode ser conversada pelo grupo do departamento de futebol profissional, mas a decisão final é sempre minha, porque a responsabilidade perante torcida, conselho e direção é do presidente. Se tudo vai bem, a responsabilidade é do presidente. Se tudo vai mal, também. E eu assumo isso sem problemas – finalizou.

 

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “Aidar elogia Milton e “esquece” busca por técnico: “Deixou de ser prioridade”

  1. Infelizmente pensamento de diretoria de time pequeno, de time que esta beirando o amadorismo, quero ver quando formos eliminado pelo Cruzeiro se o treinador vai deixar de ser prioridade, ai vai bater o desespero e vao contratar qualquer porcaria.
    Torço pelo Sao Paulo, com MIlton CC ou qualquer outro.
    Estao achando pq o Cruzeiro no passado foi freques acham que sera facil de novo, o Cruzeiro esta armando e tem jogadores de volta, esperem e verao.

  2. Pode ficar com o + sr aidar, sr antaide, e demais KKKKKartolas,
    voces sa’o uma trave …. KKKKKKK …. ada so’.
    O fogo amigo sampaulino, disfarssado.
    Agora por favor preparem o bolso para todos os jogos,
    pois esses vagabundos, como voces so’ jogam mesmo por
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
    e comisso’es.
    ???? Quem da’ treinamentos com quatro gols ??????
    Isso e’ coisa para recreaca’o, na’o para um time profissional,
    que perdeu toda sua extrutura tatica.
    Eliminassa’o e serie b a vista.

  3. Não tenho muitas expectativas com o trabalho do Milton Cruz, mas acho que temos de acreditar no momento que ele e o time estão vivendo. Lembro do acontecido com o Palmeiras há alguns anos quando, após dispensa do técnico (não me lembro quem), o Jorginho, auxiliar na época, assumiu o time no início do campeonato brasileiro e levou o Palmeiras a assumir a liderança com folga, até que a diretoria, contra a vontade dos jogadores, contratou a peso de ouro o MR, que pouco mais à frente seria dispensado após péssimo desempenho que levou o time a sair, inclusive, da classificação para a libertadores. Espero que o Cruz consiga o sucesso que o Jorginho, à época, conseguiu no Palmeiras, e que seja reconhecido pela torcida e pela diretoria.

    • Jorginho deixou o time em segundo. Na rodada seguinte, ( decima quarta) Muricy assumiu, venceu o Flu e virou lider e ficou la por varias rodadas, caiu na ultimas 5 rodadas.

    • Paulo, concordo contigo, ele ainda está repetindo o que fez com Rojas, dando mais autonomia pro Campeiz. Em 2003 ele e o Rojas montaram um ferrolho e chegamos em terceiro no Brasileiro, entretanto, o time era jovem e médio pra ruim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*