À espera de propostas, São Paulo programa férias para Centurión

O empréstimo de Centurión ao Boca Juniors acaba nesta sexta-feira, mas o atacante não é esperado em breve no CT da Barra Funda. Enquanto busca um novo clube para o argentino, a diretoria resolveu dar alguns dias de férias para o jogador, que acaba de ser campeão argentino.

A decisão dos dirigentes de dar um descanso ao jogador vai além de não forçar sua condição física – ele sofreu com lesões no primeiro semestre. O Tricolor não pretende utilizar Centurión, que tem contrato com o clube até 2019, e, com as férias, evita ter no CT da Barra Funda outro atleta fora dos planos, como já ocorre com o zagueiro Lucão.

Por enquanto, nenhuma oferta oficial chegou pelo atacante. O Boca Juniors tem prioridade até 0h para ficar com ele em definitivo, mas os argentinos não estão dispostos a pagar os cerca de US$ 6 milhões (aproximadamente R$ 20 milhões) estipulados em contrato.

A equipe da Bombonera quer contar com o atacante, que é amado pelos torcedores e teve atuações destacadas na campanha do título, e já sinalizou ao São Paulo essa vontade. Chegou a cogitar um novo empréstimo, hipótese prontamente descartada pelo diretor executivo de futebol Vinicius Pinotti.

O São Paulo conta com a venda de Centurión para ter melhores condições financeiras de investimentos, como a compra do volante Jucilei, que está emprestado pelo chinês Shandong Luneng até o fim do ano. A expectativa é de que o clube consiga uma quantia próxima de 4,5 milhões de euros (quase R$ 17 milhões) pelo atacante, contratado há dois anos e meio por mais de R$ 13 milhões com a ajuda de Vinicius Pinotti.

Caso não acerte sua saída definitiva do Tricolor, Centurión será um problema para o time. Não só por ter decepcionado em suas 81 partidas (oito gols e nove assistências) pelo clube entre 2015 e 2016, mas porque o elenco já conta com seis estrangeiros (Lugano, Buffarini, Jonatan Gomez, Arboleda, Cueva e Pratto) e regra da CBF permite que se use no máximo cinco por jogo. A diretoria julga que seria bem complicado administrar um elenco com sete estrangeiros.

 

Fonte: Lance

Um comentário em “À espera de propostas, São Paulo programa férias para Centurión

  1. Deixando-o de “fora dos planos” e argumentando o excesso de jogadores estrangeiros no elenco, a diretoria está desvalorizando o jogador. Espero que tenham um plano B, já que o Boca não vai pagar por ele. Se o time onde ele foi campeão e é ídolo não se interessou por adquiri-lo, imagine se outro qq vai pagar o preço pretendido pelo tricolor. Tomara que sim, principalmente se o dinheiro for usado para adquirir o passe do Jucilei…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*