AeroLeco é mais um triste episódio do interminável sequestro do São Paulo

O Globo Esporte fez um editorial sobre o Aereoleco, e eu vou reproduzir aqui em sua íntegra.

“Nenhuma palavra escrita desta linha para baixo depende do resultado do jogo desta quarta-feira. O São Paulopode golear ou ser goleado pelo Talleres, e não deixará de ser um clube sequestrado por interesses medíocres de seus dirigentes e conselheiros.

O atropelamento sofrido na última década por Corinthians e Palmeiras tem tudo a ver com a pequenez da administração do São Paulo. O mais novo golpe em sua torcida foi usar um jogo importantíssimo para promover uma excursão de senhores que pouco colaboram com o clube.

A versão presidente de Leco tem sido assim. Capaz de insultar ídolos e levar para passear qualquer um que tenha votado nele ou possa representar uma dor de cabeça ao seu mandato. Seus atos após 40 meses no cargo mostram que Leco não queria ser presidente para melhorar o São Paulo, mas sim para satisfazer um capricho. Egocentrismo. Encantamento.

Leco, presidente do São Paulo — Foto: Marcos Ribolli

Leco, presidente do São Paulo — Foto: Marcos Ribolli

Entre os turistas do AeroLeco está Douglas Schwartzmann. Entre 2014 e 15, tornou-se o principal aliado de Carlos Miguel Aidar, que renunciaria meses depois por denúncias de corrupção. Uma gravação feita pelo ex-vice Ataíde Gil Guerreiro mostrava ele e Aidar, brigados, ambos acusando Schwartzmann de pedir comissões nos mais diversos negócios.

Desde então, nada foi provado contra Schwartzmann. Há 15 meses, ele criticou ferozmente a benesse de viagens a conselheiros e pediu impeachment de Leco. Agora se beneficia dela. Porque no São Paulo a palavra tem pouco valor. Elogia-se hoje para demitir amanhã. Critica-se hoje para se beneficiar amanhã. Promete-se hoje para descumprir amanhã. São todos iguais.

O São Paulo está sequestrado. É refém. Está sufocado num porão do Morumbi onde essa gente se reúne periodicamente para debater o futuro sem qualquer conhecimento. Não sabem de futebol, não sabem de administração, não sabem de gestão. E para o profundo sofrimento de milhões de torcedores, não há previsão de resgate.

Ninguém pede resgate e ninguém se mostra disposto a resgatá-lo.

O São Paulo está fadado ao enfraquecimento sem freios se continuar nas mãos de 0,0007%– ínfimo percentual de conselheiros diante da imensa terceira maior torcida do país. Esses que babam por banalidades como ingressos e passagens. O álibi de Leco de ter herdado um clube caótico prescreveu. Ele é tão responsável como seus antecessores, e daqui para frente mais do que eles.

Douglas Schwartzmann, ex-diretor de marketing e conselheiro do São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Douglas Schwartzmann, ex-diretor de marketing e conselheiro do São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Entre a coragem de fazer o São Paulo avançar e o comodismo de se ajeitar na política de conchavos, o presidente deixa clara sua opção. Entre a ousadia de procurar mentes novas, apolíticas e dispostas a estimular o São Paulo e o conforto de se cercar de bajuladores, também.

Acalmar o Conselho com agradinhos como viagens ao lado dos jogadores é método ultrapassado. Já era velho quando praticado por Juvenal Juvêncio, muito mais competente, mas tão eficaz em cultivar poder que se perdeu em meio a conchavos e alianças.

A versão oficial diz que o AeroLeco simboliza a pacificação do clube com o convite a diversos partidos políticos são-paulinos. É preciso ser muito burro para aceitar essa explicação. Pacificar com carne, vinho e cerveja argentinas? Ignorar que quem se abraça hoje trocou insultos há meses e trocará novamente em 2020, quando haverá eleições?

Entregar cargos executivos a conselheiros também serve para pacificar? Tornar um assessor pessoal remunerado é pacificador?

Enquanto isso, não há planos para o Morumbi, para o CT da Barra Funda, para o marketing, não há ambição para o futebol, não há sintonia entre base e profissional, não há nada que possa interessar ao torcedor.

A indecente viagem de Córdoba ficará gravada como um dos tristes capítulos do interminável sequestro do São Paulo.”

Globo Esporte

Nota do PP: eu iria escrever um editorial nesta linha. Mas o Globo Esporte, através de seu editor Alexandre Lozetti, falou por mim. Por isso coloquei neste espaço de meus comentários.

24 comentários em “AeroLeco é mais um triste episódio do interminável sequestro do São Paulo

  1. Qual o nivel de dificuldade de baixar uma norma proibindo o custeio de viagens de pessoas estranhas à comissão técnica, jogadores e o presidente do clube?

    Quer viajar? Ok, mas pague suas próprias despesas. Simples assim. Sem excessão. O torcedor se sentence um idiota por ficar bancando viagem desses inúteis aproveitadores.

    E por falar em aproveitadores, muito preocupante essa aproximação com esse Douglas S, um cretino que se aliou ao aidar em negociatas que só queriam tirar dinheiro do clube.

  2. Não esqueçam que Leco RECUSOU uma oferta do Abilio Diniz para realizar uma AUDITORIA INDEPENDENTE nas contas do SP…

    Quem não deve, não teme! Agora quem deve…

  3. Isto ocorre porque nosso estatuto favorece o poder na mão de poucos, enquanto isso não mudar, este tipo de coisa continuará acontecendo e os torcedores não podem fazer absolutamente nada.
    infelizmente não vejo esta situação mudando nessa encarnação.

  4. Cara … deve ser bão demais ser conselheiro, ou qualquer coisa, no S.Paulo. Aquilo parece a monarquia inglesa do tempo do Henrique VIII. O todo poderoso faz o que quer e a canalha se aquieta para mamar as grandes tetas do poder. E pior é que, pelo jeito, ninguém pode fazer nada, já que o clube é particular e sua constituição, seu regimento, serve ao poder, mais ou menos como numa certa república bolivariana.
    Viva a República Bolivariana do Morumbi: um tal SPFC!!!

  5. Diante do sistema político implantando no São Paulo, e que não há 1% de perspectivas de melhora para uma administração verdadeiramente profissional, o certo seria vender o clube para algum bilionário, aí as lambanças acabariam.

  6. Parabéns ao jornalista, e autor do texto.

    Foi o que eu disse outro dia a um defensor dessa diretoria, esses caras subjugam o clube como se proprietários fossem, é uma vergonha o que está acontecendo no São Paulo, e o mais estarrecedor é que vai ter gente aqui defendendo.

  7. Ainda ontem (05/02/2019) fiz um comentário sobre a venda de jogadores jovens de Cotia. Pedi a ajuda de conselheiros e opositores para evitarem essas vendas. Hoje leio essa matéria. Fico mais uma vez com cara de otário. Estou me cansando de ser sampaulino. Está difícil.

  8. Estou rindo e rindo muito não pelo que virou o SPFC mas pelo desprezo que estou sentindo contra todos aqueles torcedores, principalmente ilustres torcedores na sua maioria sócios do clube que defendem com arrogância característica de quatrocentões falidos que o clube é soberano nas suas decisões e que todos têm muito a aprender com eles que carregam em seus sobrenomes a história do clube que nasceu popular mas que virou uma confraria de bem-aventurados advogados de sucesso e que eles conduziram o SPFC ao patamar de décadas atrás, e não a força de uma torcida, jogadores e técnicos que lutavam para não serem atrapalhados por esses lixos soberbos.

    E agora, quem vai resgatar? Alguém se propõe? Aliás fugiram e se refugiaram no salão nobre que leva o nome de um dos seus pais dentro de uma fortaleza rodeada por riquezas que eles não deram pro clube mas se beneficiaram dele com o prestígio adquirido no campo de futebol.

    Saiam do SPFC ou melhor, larguem o futebol do SPFC e fiquem com o clube e suas quadras de tênis, piscinas e churrasqueiras e lá podem fazer seus conchavos pra disputar a vaga de estacionamento privativo que é para o que vocês prestam.

  9. Soh pra lembrar, Aidar e Leco eram aliados e os maiores apoiadores do canalha do Juvenal. Eles brigaram quando o Aidar virou presidente e viu que o Juvenal roubava muito sozinho, quis fazer o mesmo e foi afoito, o lambe bolas do Juvenal, esse medíocre Lecú, apoiou seu amado cachaceiro e revolto-se pra tomar o poder, ambos estão se borrando pelo clube, estão de olho no tanto de dinheiro que rola no clube, nessas negociações com empresários, vendendo nossas promessas a preço de banana (para o clube) e contratando pangarés caros com salários exorbitantes, empurrados pelos empresários amiguinhos.
    Vc trouxa, que paga ingresso, que eh sócio ou sócio torcedor, está apoiando tudo isso e aqueles pseudos torcedores ou torcedores profissionais (todos sabem quem são, os que gritavam que o Juvenal era o “rei”), esses se calam porque recebem agrados, também pouco se importam com o clube e os vexames que estamos passando, a vergonha desses últimos 10 anos que esse canalhada nos fez e faz passar.

  10. Está difícil torcer pro SPFC com tanto aproveitador por trás desse clube.
    Essa prática de “agraciar” os opositores começou com o maldito Juvenal, que o inferno o tenha, que ao perceber a formação de um grupo contra ele, se aproximava e os comprava com benesses do próprio clube. Com isso ele praticamente acabou com a oposição, virou um ditador que tudo era aprovado pelo seus apoiadores, um bando de conselheiros que se vendiam como prostitutas (com todo respeito à essas profissionais que ao menos tem sua ética e trabalham honestamente, não roubando ninguém).
    Esse apoio detonou o clube, o velho fanfarrão se inflou, deu golpes no estatuto e fez do SPFC seu quintal, montou esquemas com empresários e loteou Cotia, que parece ainda estar sob o esquema, pois nossos garotos mais promissores são vendidos a preço de banana. Fora que o fanfarrão arrumou briga com todo mundo prejudicando o clube.
    O sr. Leco era um dos apoiadores e seu maior lambe saco, com certeza deve ter aprendido muito com seu mentor safado, e o clube agoniza nos vexames e na incompetência.
    Trouxa quem ainda gasta dinheiro com esse clube, sustentando essa escória nojenta!!!

  11. Antigamente ia a todo jogo do São Paulo, dentro e fora do estado, hoje mal tenho ânimo para ver os jogos pela TV. O time que encantava na conquista do mundial e libertadores ao comando do mestre Têle, o time que éra exemplo de gestão e modernidade este já não existe mais! O Tricolor, clube bem amado, as suas glória hoje só vem mesmo do passado! O futebol perdeu a graça o morumbi perdeu a graça e hoje, assim como a politica do nosso país, vive de conchavos e arranjos e a magia que existia se apagou! É triste hoje lembrar das vezes que fui com meu pai ao estádio, com meus filhos e não ter mais a vontade de repetir! Viramos a quarta força! Não vencemos mais clássico e conseguimos perder para times como o Guarani, série B do brasileirão em casa……..

  12. O mundo evoluiu com a advento da globalização. Vários hábitos e práticas foram sendo expurgadas por exigência de uma nova ordem, movida pela imperiosidade do “politicamente correto”. O Brasil, também parece, sinaliza estar dando início a nova era. Já o São Paulo FC continua o mesmo do século passado, especialmente no que respeita à política interna. Verifica-se a mesma avidez por se locupletar, seja por meio de simples “sanduiches”, estacionamento em vagas internas, ou mesmo, na concessão de benesses mais significativas, como essa de fazer turismo com tudo pago. As gestões se sucedem, mas as moscas permanecem as mesmas.

  13. Quando aconteceu de pegarem o Aidar roubando o SPFC e essa mesma ente bada fez, o que se podia esperar de canalhas e bandidos que comungam juntos?
    São 240 conselheiros inúteis que já entraram pra história do SPFC como a pior leva de dirigentes dda história do SPFC.
    O Leco é simplesmente um lixo.

  14. Mais um capítulo da série: não sei pq eu ainda gosto de futebol?! Um meio podre e sujo como quase td que envolve ser humano é.
    Achei que essa história de pagar viagens pra um monte de gente inútil com dinheiro do clube tinha acabado no sp, aí a gente fica querendo que os jogadores incorporem espírito de Muller, rai , mineiro , Josué, etc…. E o que será que passa na cabeça do Pablo, só para dar um exemplo, ao ficar sabendo de coisas como essa ? Será que o cara incorpora o espírito tricolor pra encarar um jogo desses ? Não sei ! Mas ao ver o empenho dos jogadores nos últimos anos ,parece que a resposta é não!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.