Vitória fundamental, mas a torcida deu outro show

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, não existe mais risco de rebaixamento. Por mais que a “nota de corte”, segundo alguns matemáticos, seja 47 pontos, para mim o Z4 virou passado, são favas contadas. A vitória sobre o Atlético-GO deixou claro que o time está em franca recuperação e que já pode começar, efetivamente, a ter como meta a classificação para a Libertadores.

Por mais que o técnico Dorival Jr e os jogadores, principalmente Hernanes, ainda não admitam isso – e é muito bom que assim seja – nós, torcedores, já podemos fazer cálculos e vislumbrar esse prêmio, num ano que parecia perdido, que o rebaixamento parecia premente, mas que hoje está afastado e novos ares estão nos nossos pulmões.

A torcida, mais uma vez, foi um show a parte. De acordo com cálculos, mais de 70% dos torcedores presentes ao Serra Dourada eram são-paulinos. Ou seja: mais uma vez mostramos que somos a grande torcida do futebol brasileiro neste momento.

Essa massa torcedora fez com que o time jogasse como se estivesse no Morumbi. Por mais que nos primeiros cinco minutos a bola tivesse ficado mais com os goianos, o São Paulo passou a equilibrar o jogo e dominar a partida. As chances começaram a ser criadas. Os gols começaram a ser desperdiçados, mas num contra-ataque, numa linda arrancada de Cueva, a bola vai a Petros e vê Pratto livre, lança o centro-avante dentro da área que faz a assistência para  gol de peito de Hernanes, lembrando Raí no Mundial contra o Barcelona.

Até o final do primeiro tempo foi domínio absoluto, administrando o resultado, criando novas oportunidades, mostrando que ali não era o Morumbi, mas estava muito próximo disso.

No segundo tempo, sem ter outra opção, o Atlético se lançou mais ao ataque. O São Paulo recuou. Até os 20 minutos, enquanto Cueva esteve em campo, ainda arriscou alguns contra-ataques. Mas depois, com as entrada de Shaylon, essa opção desapareceu e o jeito foi marcar. E muito. Cobrir a entrada da área, reforçar a marcação nas laterais e na saída de meio de campo e, quando recuperava a bola, tentar fazer o tempo passar.

Claro que isso custou alguns calmantes para nós, torcedores, mas a defesa se comportou muito bem e a dupla de volantes, à frente da zaga, foi gigantesca.

Ganhamos, e não poderia haver outro resultado. Agora temos que ganhar, também, da Chapecoense na quinta-feira, para chegarmos domingo que vem, em São Januário, num confronto direto com o Vasco pelo oitavo lugar. Isso se não houver tropeço nos próximos dois jogos do time carioca. E o caminho para a Libertadores estará sendo pavimentado.

Portanto, não foi um espetáculo digno de uma valsa de Strauss, mas o time foi científico e, com isso, trouxe três pontos fundamentais para casa.

21 comentários em “Vitória fundamental, mas a torcida deu outro show

  1. PP,
    concordo gigantescamente com seu comentario
    e agora reafirmo,
    para nos torcedores,
    nao podemos esperar o proximo ano chegar
    e termos outro sofrimento igual,
    hora da realidade GIGANTE,
    pedras nesses vermes da diretoria,
    do pixu leko & cia,
    fora seus fdps,
    ja mostraram claramente que do SAMPA
    So’ querem la plata.
    Libertadores a vista,
    pe’ na tabua.

  2. Boa análise. Acredito que depois de muito tempo temos um técnico e isso reflete em campo. Nosso time, ainda é muito limitado e em 2018 vai precisar de muitos reforços para ser competitivo.
    Em reaçao a partida fizemos um primeiro tempo bom e um segundo tempo ruim, porém suficiente.
    Um ponto negativo é em relácao a alta dependencia de hernandes e cueva. Precisamos reduzir essa dependecia, no próximo jogo acho que termos uma alta probabilidade de derrota pela ausencia do Cueva.
    Talvez o brener poderia atuar no lugar dele, não é mesmo!!

    OOO É DORIVAL!!

  3. Desculpe-me discordar do comentário mas não vi o SP com domínio absoluto do jogo, vi sim um time inoperante, incapaz de produzir algo, não consegue um único contra ataque, e não sofreu mas muito por conta da ruindade do adversário do que da qualidade do nosso sistema defensivo, jogamos mal novamente, o Hernanes não pode jogar tão recuado, precisamos iniciar o planejamento para 2018 e esquecer esse negócio de libertadores, se acontecer, será por acaso e não por merecimento.

  4. Quinta feira depois do jogo vou colocar a minha carta aqui se o soberano ganhar .

    Na carta tem um planejamento para 2018

    Cuidado com a impogaçao de três ou quatro vitoria consecutiva ,pois elas podem destruir tudo para 2018

    Todos juntos pra salvar o soberano

  5. Passaram Baixa, Osório, Doriva, Rogério Ceni: nenhum conseguiu montar um sistema defensivo sólido.Faziamos gol e logo em seguida tomávamos um ou dois
    Aí veio realmente um técnico, passou 2 meses e pronto, montou a defesa. Por isto acredito que podemos nos classificar para a Libertadores

    • Sistema defensivo sólido? acho que vc ta assistindo aos jogos do São Paulo de 2006/2007/2008.
      São 43 gols sofridos em 32 jogos, sendo esta zaga em 90% dos jogos, saldo de gols negativo em -1.

    • De fato há, mas evitei o excesso de formalidade para poder combinar duas afirmações dentro de um mesmo período sintático. Por isso separei com vírgula, mesmo “detruindo” sujeito e predicado no que seria uma sentença sintaticamente perfeita. Peço desculpas se o erro na forma causou essa mal-estar e agradeço pela observação.

      • Paulo Pontes,
        Não chega a me causar mal-estar, entretanto, de fato, me incomoda um pouco.
        Para colocar as duas ideias na mesma frase, sem incorrer em um erro sintático.Bastaria vc substituir o « mas » pelo « com ».
        « Vitória fundamental, com a torcida dando outro show »
        Abraço

  6. Na stéreo atômica de Lorde Didu du Morumbi nossos gols sempre soaram como uma valsa de Strauss. Peça a Archibald que traga o whisky 18 anos e vamos comemorar os 3 pontos. Deixa derrubar, Paulo Pontes, diria o Sangirardi.

    • João, existe sim!!! Esse time já provou sequência de maus resultados, esperemos sair desse inferno para cobrar os devidos caboclos.

      Agora se perder jogos em sequência, cai no fundo do poço novamente e nas últimas rodadas.

      Mas depois, aí vamos a luta!!!

      • É que está na primeira linha do editorial, e como o dono do site não estava cobrando a diretoria pelo momento delicado do time, pressuponho que agora pode cobrar a diretoria.

    • Com chances praticamente reais de jogar uma Libertadores ano que vem, você acha normal cobrar alguém nesse momento ??? Não é melhor esperar chegar dezembro pra fazer isso ??? A equipe vem de três vitórias consecutivas, duas em clássicos com times melhores do que o nosso e acima da gente na tabela, não é momento de cobrar ninguém, é momento de abraçar a equipe e levar a mesma pra competição continental de 2018 …

      • Acho, a diretoria cometeu várias lambanças, a gestão Leco é um desastre, desde o mandato interino.

        São dois anos consecutivos brigando na parte inferior da tabela, esqueceu que ano passado foi a mesma coisa? acha isso normal?

      • Falou babozeira, nosso time está sendo destruído por um bando de diretores incompetentes. O SP é uma exemplo de destruição de valor.
        Precisamos ter uma diretoria focada em gerar valor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*