Hoje é vencer ou vencer

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web,  São Paulo tem esta noite a obrigação de vencer a partida contra o The Strongest, pela Libertadores. O time boliviano tem três pontos, pois ganhou do Arsenal e o Atlético-MG já está  com seis. Um resultado que não seja a vitória esta noite fará com que fiquemos seis pontos atrás de dois times em nosso grupo, tornando muito difícil – para não dizer impossível – a classificação para a próxima fase.

Estou escrevendo isso mas quero deixar claro que não passa pela minha cabeça a mais remota possibilidade de qualquer resultado que não seja a vitória do São Paulo. O jogo é no Morumbi, nosso elenco é infinitamente superior ao do time boliviano e o centro-avante deles não vai jogar: a altitude.

Ney Franco optou pelo esquema 4-3-3 ou, como estão gostando chamar, 4-2-3-1. O fato é que Paulo Henrique Ganso volta para o banco e Aloísio ganha a posição para jogar aberto pela direita do ataque. É o esquema preferido do nosso técnico. Confesso que eu também optaria por ele, se tivesse Lucas ainda no time.

Paulo Henrique Ganso continuará ganhando forma nos jogos do Campeonato Paulista. Hoje, a ideia é pressionar a saída de bola do The Strongest e tentar marcar o primeiro gol nos primeiros minutos da partida. Isso facilitará todo o restante do jogo, pois obrigará ao time boliviano lançar-se ao ataque, até porque ele virá fechadinho como fazem todos aqueles que enfrentam o Soberano no Templo Sagrado do Futebol.

Deveremos ter mais de 30 mil pessoas no Morumbi. Público, para mim, aquém do esperado para um jogo de Libertadores. Mas todos, certamente, estarão repletos daquele espírito de união, força e coração, para empurrar o São Paulo para cima dos bolivianos.

Então, à vitória, Tricolor!!!

2 comentários em “Hoje é vencer ou vencer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.