Mais do que um jogo, foi um desfile

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o Pacaembu foi o palco para o desfile tricolor na noite desta quarta-feira. E com este cenário diferente do que estamos acostumados a ver, no Templo Sagrado do Futebol, mas que já foi palco de títulos históricos do São Paulo nas décadas de 40 e 50, o desfile foi majestoso e o Tricolor vendeu a Universidad Chile por 5 a 0.

O futebol apresentado pelo time foi encantador. No nível daquele jogado no primeiro tempo em Santiago do Chile, contra esta mesma La U, quando vencemos por 2 a 0.

Ney Franco optou por um time mais recuado, mas apenas na estrutura. Com a entrada de Maicon no lugar do machucado Osvaldo, deixamos de ter três atacantes para ficarmos com quatro no meio de campo. Só que isso funcionou apenas na teoria.

Com a entrada de Maicon no meio, Douglas e Cortez ganharam muito mais liberdade para atacar. E a todo momento estavam na frente. Até por isso fizeram grande apresentação.

É preciso ver, também, que o gol de Jadson, aos 4 minutos do primeiro tempo, fez desmoronar qualquer tática que a Universidad Chile quisesse implantar no Pacaembu.

Defesa, meio e ataque funcionando com perfeição. Lucas desequilibrando e decidindo; Jadson fazendo sua melhor partida no São Paulo; Fabuloso deixando sua marca; Rafael Toloi marcando um golaço e sobrando na defesa; Wellington e Denilson formando uma dupla quase intransponível; a torcida, um show, com mais de 32 mil pessoas no Pacaembu. Assim fica difícil para qualquer adversário.

Se o São Paulo conseguir manter esse ritmo até o fim, não tenho nenhum receio em afirmar que ganharemos do Grêmio domingo, em Porto Alegre, e nos credenciamos, agora, como o grande favorito para conquistar a Sul-Americana.

E para finalizar, exponho meu sentimento: está dando gosto ver o São Paulo jogar.  Que continue assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*