Arbitragem arrasou o São Paulo em Belo Horizonte

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, não sou daqueles que ficam chorando e jogando nas costas do árbitro a culpa de uma derrota. Você que me acompanha aqui há oito anos sabe bem disso. Mas ontem fiquei absolutamente revoltado com Sandro Meira Ricci e não tenho medo de afirmar: é ladrão e caseiro!

Vamos pegar alguns detalhes que provam bem o que estou falando:

– cartão amarelo para Maicon com três minutos de jogo, sem sentido algum;

– com cinco minutos, Ronaldinho Gaúcho dá um carrinho na lateral do campo e não recebe nem advertência. O lance foi muito mais violento que o de Maicon;

– pouco mais de 20 minutos e a expulsão absurda de Douglas, num lance que, quando muito, mereceria um amarelo pela fatalidade do escorregão;

– final do primeiro tempo e Ronaldinho dá outra entrada violenta, agora no meio de campo. O juiz dá amarelo mas, tivesse agido com o rigor que teve com Maicon no início do jogo, seria o vermelho;

– o primeiro tempo tem dois minutos de acréscimo, mas aos 47 minutos há um escanteio para o Atlético-MG. O lance segue até quase 48 minutos, quando a defesa do São Paulo tira a bola da área;

– o segundo tempo tem três minutos de acréscimo e, aos 48, Lucas traz a bola da lateral para a frente da área e arma o chute. Ele termina o jogo;

– antes disso, aos 47 minutos, um escanteio claro para o São Paulo e ele dá tiro de meta, causando surpresa até no adversário; já no início do segundo tempo havia invertido um lateral que era nosso, causando risos em Junior Cesar;

– antes disso, ainda, Osvaldo vai na direção do gol, Leonardo Silva é o último homem e o agarra pelo pescoço, e recebe só cartão amarelo;

– cartões amarelos em profusão para o São Paulo, mas sem o mesmo rigor com o Atlético.

Esses foram alguns dos detalhes que marcaram a arbitragem deste imbecil e canalha chamado Sandro Meire Ricci.

Esquecendo o árbitro – apesar de ser impossível – o São Paulo não merecia perder, pela abnegação demonstrada por alguns jogadores: Paulo Miranda, Rafael Toloi (apesar da falha no gol), Wellington, Casemiro, Osvaldo e, como sempre, o M1TO. A marcação feita sobre a criação atleticana estava indo bem o time claramente jogando nos contra-ataques. O problema é que Jadson errou todos os passes, Lucas não entrou no jogo e Osvaldo, por mais que se esforçasse, tem suas limitações.

O que preocupa é que nos últimos quatro jogos (3 fora e um em casa) fizemos apenas dois pontos e marcamos somente um gol. Empatamos com times que estavam totalmente desfalcados, como Internacional e Santos, e perdemos de um time, o Bahia, que briga contra o rebaixamento. Isso, sim, é preocupante, não a derrota de ontem  para o Atlético-MG.

O título já ficou para lá, mas a disputa pela vaga da Libertadores continua aberta. Por mais que tenhamos nos distanciado seis pontos do Vasco e possamos ficar a nove do Grêmio – que deve vencer o Náutico hoje, em Porto Alegre -, teremos dois jogos em casa – Portuguesa e Cruzeiro – com obrigação de vencer. E conquistando esses seis pontos, certamente, retornaremos à briga.

 

8 comentários em “Arbitragem arrasou o São Paulo em Belo Horizonte

  1. Paulo Pontes,

    Você n disse que o SPFC já tinha fechado com o Ganso?
    A tua informação não era totalmente segura?
    Pelo q entendi, vamos tomar outro chapéu….

    Aguardo comentários!!!

    Grato!

    • Amigo Jeferson, o Lucas tinha sido vendido ao Manchester por 32 milhões de euros e duas horas depois assinou com o PSG por 42 milhões de euros. E aí? Negócios são negócios. Fechados, assinados, acabam rasurados e mudam de rumo dependendo do valor do dinheiro. Mas Ganso virá, mesmo, para o São Paulo, como foi minha informação. A não ser que o Grêmio deposite a multa integral. Aí nem a Dilma, nem o Papa, ninguém vai segurá-lo aqui porque a lei é a lei.

      • Perfeito.

        Negócios são negócios, realmente estas incertezas deixam o torcedor malucos…
        Frequento o site diariamente e acho muito bacana esta troca de informações…
        Muito obrigado pelo retorno e estou torcendo p q o jogador vista a nossa camisa e mostre td o seu valor…

        Um grande abraço!

  2. Paulo, acho que sua fonte sobre o Ganso estava meio enganada, parece que essa diretoria tem prazer em causar desânimo na torcida.

    O Palmeiras está nessa situação por conta de administrações desastrosas, o São Paulo está no mesmo caminho, não digo para este ano, porém, para 2013 é bom ficar bem atento.

  3. Bom, sem querer parecer drama nem nada, mas já estou contente por não estarmos na mesma situação do Palmeiras. Quando começou o campeonato, eu tinha certeza que esse ano seria pra brigar contra rebaixamento, então…
    Vamos ver se na próxima vitória a falta de experiência do Ney Franco reaparece e ele fala que ainda dá pra ser campeão… acho que aquela sequência de 3 vitórias fez o pessoal se iludir demais, mas agora com o rendimento voltando ao normal do atual elenco e fase, podemos ver o que realmente precisa melhorar e quem sabe o clube trabalha em cima disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*