Veja como foi o primeiro semestre dos 11 contratados

Até a parada para a Copa América, o São Paulo realizou 11 contratações e ainda segue no mercado para fortalecer o elenco.

Nomes como Juan Dinenno, atacante argentino, e Adriano, lateral ex-Barcelona e seleção brasileira, estão em discussão. Mas as três situações são vistas no São Paulo como longe de serem fechada.

A diretoria do Tricolor entende ter feito as maiores contratações no primeiro semestre (Alexandre Pato, Pablo e Hernanes são alguns exemplos). Agora, busca nomes para compor o elenco. Se os valores para acertar com novos jogadores forem considerados altos, o Tricolor não vai fazer loucuras.

Neste panorama, o Globo Esporte montou um balanço dos contratados pelo Tricolor neste ano. O elenco está de folga e se reapresenta na segunda-feira para o início da preparação de três semanas antes de enfrentar o Palmeiras, dia 13 de julho, pela 19ª rodada do Brasileirão.

Veja abaixo a situação de cada um e como se saíram nessa primeira metade de 2019:

Elenco do São Paulo reunido no CT da Barra Funda — Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net

Elenco do São Paulo reunido no CT da Barra Funda — Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net

Pablo – atacante

Contratado no fim de 2018, o atacante começou bem o ano e se firmou como centroavante. Uma cirurgia para a retirada de um cisto na região lombar, no entanto, o fez perder as finais do Paulistão, as oitavas de final da Copa do Brasil e as nove primeiras rodadas do Brasileirão.

Em um primeiro momento, o jogador reclamava de dores nas panturrilhas, e o diagnóstico para a cirurgia só foi realizado depois. Mesmo ausente por três meses, Pablo segue como o artilheiro do São Paulo em 2019, com quatro gols.

  • Jogos: 15
  • Gols: 4
Pablo é o artilheiro do elenco na temporada, com quatro gols — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Pablo é o artilheiro do elenco na temporada, com quatro gols — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Alexandre Pato – atacante

A contratação mais badalada do São Paulo para este ano teve seus altos e baixos até a parada para a Copa América. Sem poder atuar no Paulistão, Pato estreou contra o Botafogo, no dia 27 de abril, pelo Brasileirão, sem marcar. Na partida seguinte, porém, comandou a vitória sobre o Goiás com uma boa atuação e um gol.

Pato voltou a balançar a rede novamente após cinco jogos. No total, o atacante fez dez partidas e três gols (é o vice-artilheiro do ano, ao lado de Hernanes, e está atrás de Pablo, com quatro gols). Dois deles são os únicos gols do São Paulo nos últimos sete jogos.

  • Jogos: 10
  • Gols: 3
Alexandre Pato fez os dois únicos gols do São Paulo nos últimos sete jogos — Foto: Gledson Tavares / Estadão Conteúdo

Alexandre Pato fez os dois únicos gols do São Paulo nos últimos sete jogos — Foto: Gledson Tavares / Estadão Conteúdo

Tchê Tchê – volante

Assim como Pato, Tchê Tchê não pôde disputar o Paulistão devido ao fim do período de inscrição. Quando ficou à disposição, o volante não saiu mais do time. Dos 11 jogos possíveis, o volante atuou em dez e fez um gol. Ficou fora apenas do duelo contra o Atlético-MG porque estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

  • Jogos: 10
  • Gols: 1
Volante Tchê Tchê virou titular absoluto sob comando de Cuca — Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net

Volante Tchê Tchê virou titular absoluto sob comando de Cuca — Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net

Vitor Bueno – meia-atacante

Até o momento não se firmou. Com seis jogos e 255 minutos em campo, o meia não conseguiu ajudar o time de forma mais efetiva. Ele fez três partidas como titular e três como reserva. Cuca já testou Vitor Bueno na ponta, como um falso nove e até para armar as jogadas. Em quatro jogos no Brasileirão, o meia sequer saiu do banco de reservas.

  • Jogos: 6
  • Gols: nenhum
Vitor Bueno busca afirmação no São Paulo — Foto: Ricardo Moreira/BP Filmes

Vitor Bueno busca afirmação no São Paulo — Foto: Ricardo Moreira/BP Filmes

Tiago Volpi – goleiro

Dos reforços para 2019, o goleiro talvez seja o que está mais em alta. Em seu primeiro grande teste, ele defendeu duas cobranças de pênaltis na semifinal do Paulistão, diante do Palmeiras, e ajudou a colocar o São Paulo na final. No Brasileirão, fez ótimas partidas contra Fortaleza, Cruzeiro e Atlético-MG. Tiago Volpi está emprestado pelo Querétaro até o final do ano, e o São Paulo tem a opção de compra por cerca de US$ 5 milhões (aproximadamente R$ 19,3 milhões).

  • Jogos: 30
  • Gols sofridos: 22
Goleiro Tiago Volpi está em alta no São Paulo — Foto:  Cristiane Mattos/BP Filmes.

Goleiro Tiago Volpi está em alta no São Paulo — Foto: Cristiane Mattos/BP Filmes.

Hernanes – meia

Toda expectativa criada em cima de um dos maiores ídolos recentes do São Paulo ainda não se concretizou. Hernanes sofreu com as lesões nesse início de temporada e não conseguiu se firmar na equipe. Com Cuca, ele segue alternando entre titular e reserva.

  • Jogos: 20
  • Gols: 3
Hernanes soma três gols pelo São Paulo no ano — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Hernanes soma três gols pelo São Paulo no ano — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Igor Vinícius – lateral-direito

O lateral-direito começou o ano sem espaço, mas foi conquistando a confiança dos treinadores (André Jardine, Vagner Mancini e Cuca). Na fase final do Paulistão, ele perdeu a vaga para Hudson, que se encaixou bem na posição. No Brasileirão, Cuca aposta no jogador, mas quer a contratação de um novo atleta para o setor. Adriano e Gilberto são nomes em pauta.

  • Jogos: 16
  • Gols: nenhum
Igor Vinícius São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Igor Vinícius São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Biro Biro – atacante

O atacante de 24 anos atuou em 2018 no Shanghai Shenxin, da China, e foi anunciado pelo São Paulo no dia 2 de janeiro para repor a ausência do lesionado Rojas. No entanto, Biro Biro só fez dois jogos com a camisa do Tricolor, ambas pelo Paulistão – Ponte Preta, no dia 9 de fevereiro, e RB Brasil, no dia 24 de fevereiro. Uma gastrite nervosa agravou ainda mais a falta de oportunidades do jogador. Ele é o reforço menos usado no ano.

  • Jogos: 2
  • Gols: nenhum
Biro Biro São Paulo — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Biro Biro São Paulo — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Léo – lateral-esquerdo

Após se destacar em 2018 pelo Bahia, o lateral-esquerdo chamou a atenção do São Paulo. Com o aval do então técnico André Jardine, o Tricolor pagou cerca de R$ 3 milhões para comprar 50% dos direitos econômicos do Fluminense. Léo tem sido reserva de Reinaldo.

  • Jogos: 10
  • Gols: nenhum
Léo é reserva de Reinaldo no São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Léo é reserva de Reinaldo no São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Willian Farias – volante

O jogador chegou no início de 2019 e não teve espaço devido às atuações mais convincentes dos também volantes Liziero, Luan e Hudson. O setor ainda tem Jucilei à disposição, que fez partidas muito aquém do que se esperava e é um dos que pode sair na reformulação do elenco. Willian Farias fez sua última partida no dia 21 de abril, contra o Corinthians, na final do Paulistão.

  • Jogos: 6
  • Gols: nenhum
O volante Willian Farias treina no Reffis do São Paulo — Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

O volante Willian Farias treina no Reffis do São Paulo — Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

Marquinhos Calazans – atacante

Último jogador a ser contratado, o atacante foi envolvido em uma negociação com o Fluminense. No dia 21 de maio, os clubes confirmaram a ida de Brenner para o clube carioca, em um empréstimo até o final do ano, e a transferência de Calazans ao São Paulo por três temporadas. O clube das Laranjeiras manterá 30% dos direitos econômicos de olho em uma futura negociação.

  • Jogos: 3
  • Gols: nenhum

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.