Tricolor vê Denilson virar mais um problema

Está difícil para Ney Franco encontrar algum motivo para sorrir no Morumbi. A cada dia, um problema aparece para o treinador resolver. Desta vez, é o volante Denilson quem causa a dor de cabeça do treinador.

Depois de ser avisado pela diretoria do São Paulo de que não deve ter o seu empréstimo — que termina no fim de junho — renovado, o volante de 25 anos viajou na última semana para a Inglaterra, a fim de discutir o seu futuro com o Arsenal, dono de seus direitos econômicos.

Neste fim de semana, na derrota por 1 a 0 para o XV de Piracicaba, o jogador, chateado com a sua situação, pediu para sair durante o primeiro tempo.

“Eu prefiro fazer uma avaliação mais detalhada quando a gente se reencontrar com o grupo, vamos conversar com o Denilson, os fisiologistas e preparadores físicos, para ter uma avaliação mais adequada do que ocorreu”, disse o treinador, que não conseguiu falar com o pupilo no último sábado.

“Eu nem me encontrei com o atleta no intervalo e, ao final do jogo, ele estava no vestiário, mas a gente não entrou em detalhes, porque tenho o compromisso com vocês (jornalistas). Mas vamos tratar desse tema. Acho que foi uma circunstância desse jogo”, minimizou.

Além de Denilson, Ney convive com diversos problemas para a decisiva partida de quarta-feira contra o Atlético-MG. O time, que precisa vencer e torcer por um empate do The Strongest ou por uma vitória sem goleada do Arsenal de Sarandí no outro jogo do grupo, não contará com os suspensos Luís Fabiano e Jadson.

Retardatário/ A fase do Tricolor é tão conturbada que até o diretor de futebol, Adalberto Baptista, não teve sorte nas pistas. Longe do clube nas últimas semanas, o dublê de piloto ficou na última colocação, duas voltas atrás do líder, na etapa de Barcelona da Porsche Cup.

 

Nota do PP: Nossa diretoria realmente é genial, suprassumo da inteligência. Num momento decisivo da Libertadores e do Campeonato Paulista informa a Denilson que seu empréstimo não será renovado e em junho ele vai embora para o Arsenal. Parabéns, gênios tricolores.

2 comentários em “Tricolor vê Denilson virar mais um problema

  1. O técnico tem que ter a inteligência de, pelo menos, não leva-lo para o jogo de quarta feira. Foi realmente uma BURRICE tamanho cavalar. Só poderia acontecer no SP: aumentar as dificuldades de um atleta que, bem o mal vem jogando, na véspera de um jogo tão importante.
    O pior que esse atleta tem amigos no elenco que sentem pelo colega que vive um momento ruim na carreira.
    Podiam ter sido mais sutis. . . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*