Tricolor aceita falar com Verdão sobre Lúcio, mas não quer dividir salários

O vice-presidente do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, disse que o clube está disposto a conversar com o rival Palmeiras para negociar Lúcio, encostado desde julho, ainda pelo técnico Paulo Autuori, e oferecido para o Verdão, que volta à Série A em 2014 para o ano de seu centenário.

Sem chances na equipe do Morumbi e com contrato até o fim do ano que vem, o zagueiro despertou o interesse de Gilson Kleina, mas seu alto salário (cerca de R$ 500 mil, contando o pago pelo Tricolor e por sua patrocinadora) fez com que fosse cogitada a possibilidade de os dois paulistas dividirem os vencimentos do pentacampeão. Oferta que não agradou ao vice são-paulino.

 

– O São Paulo não procurou o Palmeiras oferecendo o jogador. Pelo contrário, foi sondado pelos representantes do jogador se haveria algum tipo de negociação com o Palmeiras dentro destas condições (salários divididos). O que dissemos foi que não é nosso interesse, na medida que a gente até estranha que um clube da grandeza do Palmeiras necessite de remuneração por parte do São Paulo – explicou, em entrevista para a “Rádio Globo”.

– Mas é óbvio que gostaríamos de conversar com o Palmeiras, se o interesse existir, para eventualmente providenciar uma rescisão contratual e aí o Palmeiras acerta com o jogador a remuneração que quiser. Esta foi nossa posição – acrescentou o dirigente, que disse ainda não ter sido procurado pelo Alviverde para discutir a situação do jogador de 35 anos.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*