Torcendo pelo Chelsea, Raí esquece e contesta o Mundial de 2000

Raí compareceu a um evento promovido pelo Chelsea na manhã desta segunda-feira, no clube Paineiras, em São Paulo. Quando chegou e posicionou-se diante das câmeras de televisão, o ídolo são-paulino abriu um sorriso tímido ao dizer que não costumava dar declarações polêmicas quando era jogador. Ele mudou – ao menos desta vez, com uma provocação ao Corinthians.

“Vou torcer pelo Chelsea”, avisou Raí, sobre a participação corintiana no Mundial de Clubes de dezembro, no Japão. “E não vou torcer só porque estou em um evento do Chelsea. A rivalidade fala mais alto nessa hora. Se fosse uma equipe de outro Estado ou do interior no Mundial, eu torceria pelo representante brasileiro. Mas quero que o São Paulo continue por cima. O meu time já ganhou três vezes o Mundial. Ficarei feliz se a gente mantiver essa vantagem em relação ao Corinthians.”

Questionado pela reportagem da GE.net se a “vantagem” do São Paulo não era de dois títulos, já que o Corinthians ganhou o Mundial de Clubes da Fifa de 2000, Raí desconsiderou a conquista do rival. “Ah, é… É verdade. Isso é outra discussão. Vamos ver se eles conseguem ganhar agora. Até o próprio corintiano está querendo esse título para poder falar que ganhou um Mundial mesmo, e não aquele que aconteceu só uma vez na história”, sorriu.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Raí deu risada ao avisar que torcerá para o Chelsea frustrar o Corinthians no Mundial de Clubes deste ano

O Mundial de Clubes de 2000 foi o primeiro da história chancelado pela Fifa e ocorreu em São Paulo e no Rio de Janeiro – o Corinthians, então campeão brasileiro, classificou-se como o representante do país-sede. No sorteio dos confrontos do torneio deste ano, o suíço Joseph Blatter lamentou o fato de a entidade que preside ter demorado a conseguir organizar uma nova edição da competição intercontinental. A segunda só foi realizada cinco anos depois, em 2005, e teve o São Paulo como vencedor diante do Liverpool.

 

Para Raí, o Corinthians terá dificuldades em repetir o feito são-paulino de desbancar uma equipe inglesa na final. “O Chelsea é o favorito. Falo isso sinceramente, e não como torcedor. É uma questão de investimento. Por mais que o Corinthians seja bem administrado, não tem um orçamento tão alto quanto o do Chelsea. Até por isso os europeus são apontados como favoritos sempre. Felizmente, os clubes sul-americanos surpreendem com bastante frequência. Tomara que não aconteça neste ano”, disse, rindo.

Mas até Raí faz elogios ao Corinthians. “Está com um time sólido há muito tempo, é bem treinado e conta com bons jogadores. Tenho que admitir isso”, afirmou. “O Corinthians tem chances reais de ganhar do Chelsea. Se fosse na temporada passada, seria muito mais difícil. O Chelsea mudou algumas peças e não está mais tão regular. A preparação dos clubes brasileiros para o Mundial também costuma ser melhor. Na minha época, o São Paulo chegou ao Japão bem antes do Barcelona. É possível surpreender na hora do vamos ver. Em jogos desse nível, todos os detalhes fazem diferença”, analisou o irmão são-paulino de Sócrates, ídolo corintiano.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*