Titular do São Paulo, Renan Ribeiro chega a 100 jogos como profissional

Renan Ribeiro ganhou a confiança de Rogério Ceni e se tornou titular do São Paulo na temporada 2017, depois de vencer a disputa com Sidão e Denis. Neste sábado, contra o Linense, às 16h, no Morumbi, pelas quartas de final do Paulistão, o goleiro vai completar 100 jogos como profissional. Até agora, ele fez 81 partidas pelo Atlético-MG e 18 pelo Tricolor.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, o goleiro do São Paulo falou sobre os melhores momentos da carreira (e sobre os piores também), relembrou a passagem pelo Galo e falou de sonhos.

Veja abaixo como foi o papo com o jogador do Tricolor:

O momento mais feliz da carreira

– Recentemente, teve um que me marcou muito. Foi ter voltado a Ribeirão Preto*, minha cidade e onde comecei no futebol. Foi especial estar lá, rever amigos e ter minha família por perto, me vendo jogar e dando força.

O momento mais triste da carreira

– Um jogo que me lembro foi em 2011, quando estava no Atlético-MG, contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro. Perdemos por 2 a 0. O segundo gol saiu bem no final. Como tínhamos vencido o primeiro jogo por 2 a 1 e a vantagem dos resultados iguais era nossa, o 1 a 0 contra nos classificava. O segundo gol nos eliminou.

O mais emocionante

– Tenho que destacar três. A minha primeira vez com a seleção brasileira na base, minha estreia pelo Atlético-MG (contra o Grêmio) e minha estreia pelo São Paulo (contra a Portuguesa).

O que gostaria de jogar de novo

– Creio que jogar pela seleção brasileira é a meta de qualquer profisisonal. Consegui isso na base, foram bons momentos e muito aprendizado. Voltar a vestir essa camisa seria algo que gostaria de fazer novamente. É fazer bem meu trabalho no São Paulo que o resto será consequência.

Um momento especial

– Acho que todos são especiais. É difícil escolher um. Cada um tem seu momento, sua preparação. Creio que talvez o mais especial seja sempre o próximo, que temos de nos preparar e pensar nele como se fosse o único e o último.

A melhor atuação

– Pelo Atlético-MG, lembro bem de um jogo contra o Palmeiras, que empatamos por 1 a 1. Marcos Assunção estava acertando chute de tudo que é lugar na época. Pelo São Paulo, acho que contra o Ituano. Foi a minha primeira oportunidade este ano e pude fazer uma boa partida. Logo de cara tive que fazer uma defesa que ajudou a dar tranquilidade para o time e depois tive ao menos mais duas vezes que precisei trabalhar. Consegui cumprir meu papel e ajudei a equipe.

Um sonho

– Com certeza um jogo decisivo pelo São Paulo, uma final. Um jogo que possa nos dar um título e ficar marcado na história do clube.

Veja mais informações sobre o jogo do São Paulo contra o Linense:

Local: Morumbi, em São Paulo
Data e horário: sábado, às 16h
Escalação provável: Renan Ribeiro, Buffarini, Maicon, Lugano e Junior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Neilton (Wesley), Luiz Araújo e Gilberto
Desfalques: Sidão (lombalgia), Bruno (entorse no tornozelo direito), Cueva, Lucas Fernandes e Edimar (estiramento na coxa esquerda)
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, auxiliado por Alberto Poletto Masseira e Miguel Cataneo Ribeiro
Transmissão: Premiere, Premiere HD e PFCi (com Odinei Ribeiro e Wagner Vilaron)

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Titular do São Paulo, Renan Ribeiro chega a 100 jogos como profissional

  1. Nessa provável escalação eu escalaria Lucão ao lado de Maicon (Lugano), entraria com Araruna pela esquerda no 1º tempo e no 2º tempo colocaria ele na direita no lugar de Buffarini.
    O meio campo seria com Wellington, Thiago Mendes e Shaylon; e o ataque seria o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*