SP monta operação “de guerra” contra problemas em ingressos para clássico

Depois de muitos problemas na venda de ingressos para a partida da última quarta-feira, diante do Danubio, pela Libertadores, o São Paulo montou uma verdadeira operação para garantir que as falhas não se repitam na venda para o clássico de domingo, contra o Corinthians, pelo Paulistão.

Na tarde desta terça-feira, o clube simulou uma venda de entradas, emitiu os ingressos e testou na catracas do Morumbi, com presença de diretores. Os mesmos testes ainda serão repetidos no final de semana, antes do confronto contra o alvinegro.

A empresa responsável por processar e confirmar os pagamentos também foi trocada. As vendas devem começar nesta quarta-feira, para os sócios torcedores, e na quinta para os torcedores comuns.

Os problemas na venda antes do jogo diante do Danubio foram vários: sócios com os pagamentos em dia constavam no sistema como inadimplentes e ingressos foram debitados mais de uma vez. Os torcedores precisavam levar ao estádio um voucher de confirmação de compra, e trocar por uma entrada para o jogo. Como resultado, o público de pouco mais de 16 mil torcedores foi o menor do time como mandante em uma Libertadores em 23 anos.

Segundo dirigentes do clube, a situação foi causada pela troca na empresa responsável pela gestão e comercialização dos ingressos: a Total Acesso foi substituída pela Smartmove, empresa portuguesa que participou da Copa do Mundo. Internamente, a explicação é de que a base de dados que existia era muito antiga, e houve problemas de compatibilidade na mudança para uma nova tecnologia.

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, no domingo, o São Paulo promoverá a entrada gratuita de todas as sócio torcedoras. Os preços e ponto de venda serão divulgados nesta quarta: o ingresso para as cativas terá uma redução no valor.

 

Fonte: UOL Esporte

Um comentário em “SP monta operação “de guerra” contra problemas em ingressos para clássico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*