Souza diz que idas ao ataque não são por ordem de Muricy: “Perdi o medo”

O torcedor do São Paulo já se acostumou a ver Souza lançado ao ataque, apoiando o quarteto ofensivo tricolor e até fazendo gols, como os dois que marcou diante do Botafogo, no Mané Garrincha, na última semana. O que pouca gente sabe, porém, é que esse iniciativa de lançar o camisa 5 não partiu do técnico Muciry Ramalho, mas sim de uma conscientização dele.

– Estou melhorando a minha parte física e, assim, consigo ir e voltar. Tinha medo de ir porque ficava preocupado com a recomposição, já que o nosso time não tinha muita concistência defensiva, ficava desorganizado. Agora eu vou à frente porque temos o Denílson e às vezes o Ganso na proteção. Vou porque o jogo está pedindo. Contra o Botafogo perdíamos por 2 a 1, fui para a frente e os gols saíram. Não é recomendação do Muricy. Ele me diz para chegar como surpresa, mas contra o Botafogo fui além disso. Encontrei espaço e fui feliz – disse, no “Arena SporTV”.

A quatro pontos do líder Cruzeiro, o vice-líder São Paulo visita o Coritiba no Couto Pereira, quarta-feira, às 22h. Já a Raposa recebe o Atlético-PR, às 19h30, no Mineirão.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.