São Paulo pode se livrar de vez do Z-4 e focar na Libertadores

Como acumulou dois empates e sofreu uma derrota nas três últimas partidas que disputou, o São Paulo estacionou nos 45 pontos, cinco a menos que o Flamengo, que é o último integrante do G-7 do Campeonato Brasileiro. Para manter as chances de entrar nesse grupo, não há outra conta a fazer: é vencer os três jogos que faltam.

Só que o time, neste domingo, pode afastar de vez o risco de rebaixamento, que ainda é a prioridade número um pelos lados do CT da Barra Funda. Acabar com esse sofrimento a três rodadas do final do campeonato traria um alívio total, principalmente para quem ficou 14 rodadas entre as piores da competição.

São Paulo de Dorival Júnior pode se afastar de vez  do Z-4 nesta rodada (Foto:  Rubens Chiri / saopaulofc.net)

São Paulo de Dorival Júnior pode se afastar de vez do Z-4 nesta rodada (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Abaixo, o GloboEsporte.com enumera as possibilidades do Tricolor para as duas situações:

Contas para escapar do rebaixamento

O matemático Tristão Garcia diz que a possibilidade do São Paulo ser rebaixado no campeonato é desprezível, menor que 1%. Para que o clube sofra algum risco, seria necessário perder os três jogos que restam e ainda torcer por uma combinação de resultados na parte de baixo da tabela.

Mas o time pode se livrar de vez do Z-4 já na rodada deste fim de semana. Veja abaixo o que precisa acontecer.

Se o São Paulo ganhar do Botafogo: chega aos 48 pontos e, para não correr mais riscos, torce para que a Ponte Preta, que hoje ocupa a 17ª colocação, não derrote o Fluminense. A Macaca, com isso, chegaria, no máximo, aos 40 pontos, oito a menos. E só teríamos seis em disputa.

Se o São Paulo empatar contra o Botafogo: vai aos 46 pontos. Ficaria salvo se a Ponte Preta perder para o Fluminense.

Contas para uma vaga na Taça Libertadores

O São Paulo tem 45 pontos e, se vencer os três jogos que lhe restam (Botafogo, Coritiba e Bahia), chegaria aos 54 pontos. E, ao analisarmos as edições dos pontos corridos dos últimos 10 anos, percebe-se que somente em um ano (2008), o sétimo colocado fechou com 53 pontos. Em todos os outros anos, foi maior que os 54 que o Tricolor chegaria.

Os 7º, 8º e 9º colocados no Brasileirão com 20 clubes

Ano Pontuação do sétimo Pontuação do oitavo Pontuação do nono
2016 55, Corinthians 53, Ponte Preta 53, Grêmio
2015 58, Santos 55, Cruzeiro 53, Palmeiras
2014 61, Grêmio 54, Atlético-PR 53, Santos
2013 57, Santos 57, Atlético-MG 50, São Paulo
2012 55, Botafogo 53, Santos 52, Cruzeiro
2011 58, Figueirense 57, Coritiba 56, Botafogo
2010 58, Internacional 56, Santos 55, São Paulo
2009 56, Atlético-MG 55, Grêmio 55, Goiás
2008 53, Botafogo 53, Goiás 53, Coritiba
2007 58, Palmeiras 55, Atlético-MG 55, Botafogo
2006 57, Figueirense 55, Goiás 53, Corinthians

Com isso, a alternativa para sonhar com um lugar no principal torneio das Américas seria com o aumento de vagas para G-8 ou G-9, em caso de títulos do Grêmio na Libertadores e do Flamengo na Sul-Americana. Ao analisarmos os últimos dez anos, sete equipes que ficaram na oitava colocação fizeram mais do que os 54 que o São Paulo pode chegar. Para o G-9, o número diminui: só quatro times ultrapassaram a pontuação.

Se não ganhar do Botafogo no final de semana, acabam de vez as chances de vaga na Libertadores.

Veja as informações do São Paulo para a partida contra o Botafogo:

Local: Pacaembu, em São Paulo
Data e horário: domingo, às 17h (de Brasília)
Provável escalação: Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros, Lucas Fernandes, Marcos Guilherme e Junior Tavares; Lucas Pratto
Desfalques: Hernanes e Arboleda (suspensos), Maicosuel (entorse no joelho), Wellington Nem e Morato (cirurgias no joelho direito, só voltam em 2018), Bruno (dores nas costas) e Jonatan Gomez (dores no joelho direito) e Cueva
Pendurados: Bruno, Jonatan Gomez, Jucilei, Lucas Fernandes, Lucas Pratto, Lugano, Petros, Renan Ribeiro, Rodrigo Caio e Sidão
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO), auxiliado por Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Transmissão: Premiere e Premiere HD, com narração de Odinei Ribeiro e comentários de Wagner Vilaron

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*