São Paulo busca benção no Santuário de Fátima, em Portugal

A maratona do São Paulo pelo mundo terá mais um deslocamento neste sábado. Depois de sair da Alemanha e chegar ontem a Lisboa, em Portugal, a delegação será representada hoje em Fátima, cidade localizada cerca de uma hora e meia da capital do país e famosa pelas aparições da santa de mesmo nome no início do século passado.

Antes da partida contra o Benfica, às 15h45 (de Brasília), no Estádio da Luz, pela Copa Eusébio, Milton Cruz visitará o local que sonha em conhecer e aproveitará para rezar pelo time. Ele convidou Paulo Autuori, que por ter morado 11 anos em Portugal, já esteve presente no local.

– Vou com um amigo meu de Portugal e o Rui Branquinho (diretor de marketing) também estava querendo ir. Mas vamos ver se a gente consegue unir para sair cedinho daqui e voltar para a hora do almoço. Eu falei com o Paulo (Autuori) e ele já conhece. Como é o dia do jogo também, tem muita coisa para fazer, então não sei se ele vai. Mas ele tem vontade de ir. Vamos ver se ele se anima – afirmou o coordenador-técnico.

Autuori dirigiu clubes portugueses de 1986 a 1995. Depois, o treinador voltou mais duas vezes ao país do jogo de hoje, inclusive para trabalhar no Benfica, de 1996 a 1997. Apesar de conhecer bem o país, o técnico só pensa em retornar como turista.

– Pretendo voltar para passear, trazer minha filha, que nasceu aqui, para passear. Minha carreira está indo mais para o fim do que pensar em regressar. Ao todo, são 23 anos vivendo fora do Brasil, é tempo de descansar e pensar mais no Brasil – explicou Autuori, assediado pela imprensa portuguesa no treino de ontem.

Aparições, milagres… Depois de 14 jogos sem vencer e seis sem marcar um gol, parece que só algo fora do comum fará mudar a fase do São Paulo. Que a visita à cidade abençoada traga ajuda e inspire o time que jogará à noite no Estádio da Luz.

Milton Cruz, em entrevista ao LANCE!Net: ‘Está sendo bom porque o ambiente está legal’

L!Net: Nesse momento ruim do time, um pouco de reza pode ajudar?
MC: Precisa rezar. Lá no Brasil a gente reza por Nossa Senhora, aqui por Fátima. É sempre bom rezar, a gente que é católico, de família católica, aprende desde pequeno, que é sempre bom estar bem com Deus.

L!Net: Em Aparecida, lá em São Paulo, você costuma ir?
MC: Em Aparecida eu vou todos os anos. É um promessa que tenho de ir todo ano. Esse ano ainda não fui e preciso ir. A primeira coisa que vou fazer quando chegar ao Brasil de volta é ir até Aparecida.

L!Net: Fora a reza, o que de concreto será feito para salvar o São Paulo?
MC: Eu acho que é o momento, já fizemos um bom jogo contra o Corinthians, um bom primeiro tempo com o Bayern também. É lógico que o time deles tem muita qualidade, mas nós nos defendemos bem. No segundo tempo, o Paulo teve de mexer por causa do cansaço dos jogadores. Contra o Milan também houve muitas alterações. Acho que está sendo bom apesar das derrotas porque o time tem se comportado e o ambiente está legal, todo mundo procurando se ajudar. Tem coisas boas para se tirar.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.