São Paulo bate o Basquete Cearense e vence mais uma no NBB

Mesmo jogando sem o apoio do seu torcedor, o São Paulo chegou à quarta vitória consecutiva e ampliou sua boa fase no NBB. Atuando no Ginásio Antonio Leme Nunes Galvão, a equipe se impôs desde o primeiro lance e superou o Basquete Cearense por 92 a 73. Os principais destaques foram Renan, com 23 pontos e oito rebotes, Léo Meindl (19 pontos) e Georginho, que ficou muito perto do quinto triplo-duplo da temporada ao anotar 13 pontos, pegar 13 rebotes e dar nove assistências.

O triunfo foi importante porque manteve a equipe entre as primeiras colocadas na primeira fase. A equipe de Claudio Mortari ocupa a terceira posição, resultado que levaria o São Paulo diretamente às quartas de final da competição.

O duelo começou com as duas equipes bastante calibradas e pontuando bem. O Tricolor abriu 5 a 0 logo de cara, mas rapidamente os cearenses entraram na partida e começaram a pontuar com eficiência, especialmente com Rashaun e Alex, com cinco e nove pontos no primeiro período, respectivamente, enquanto os são-paulinos variavam o repertório entre disparos do perímetro e jogadas de garrafão. No fim do quarto inicial, os donos da casa tinham 58% de aproveitamento nos arremessos de quadra e o Basquete Cearense 51%, o que garantiu um placar equilibrado.

As equipes mantiveram o ritmo até a metade do segundo quarto, quando o São Paulo encaixou a marcação e passou a contestar praticamente todos os arremessos do rival, que não encontrou soluções e viu os donos da casa abrirem frente no placar, comandados por Georginho (sete pontos e seis rebotes no segundo quarto) e Cassiano (que saiu do banco e anotou seis pontos). Mantendo um aproveitamento acima dos 51% no período (contra apenas 25% do rival), o Tricolor foi para o vestiário com 11 pontos de frente: 43 a 32.

Apesar da distância razoavelmente confortável, os são-paulinos sabiam que era preciso manter o ritmo forte para não dar chances ao rival e confirmar o resultado sem sustos. E foi aí que Léo Meindl chamou a responsabilidade e tomou conta do terceiro quarto. Implacável nas infiltrações, o camisa 23 anotou nada menos que 12 pontos no período e ajudou os donos da casa a ampliarem a diferença no marcador.

Nos dez minutos finais, o São Paulo manteve o controle da partida e continuou jogando com objetividade para manter a diferença e ficar com a vitória.
O São Paulo volta à quadra na próxima terça-feira (3) novamente em casa, para enfrentar um velho conhecido: a Unifacisa, que fez a final da última Liga Ouro com a equipe de Claudio Mortari. O duelo acontece às 20 horas e, desta vez, com portões abertos para a torcida.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.