São-paulinos descartam relaxamento em reta final do Brasileiro

O São Paulo praticamente acabou com o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro com a série de seis jogos sem derrotas, inclusive tendo agora como prioridade a Copa Sul-americana. Porém, o elenco tricolor manifesta a preocupação em não deixar o ritmo cair no Nacional, depois do sufoco que passou em boa parte da competição.

“Por tudo o que passamos, não temos motivos para relaxar. Nós estamos crescendo e algumas equipes estão com o nível caindo, mas temos de ir fortes nesses sete jogos, para fazermos o maior número de pontos”, afirmou o meio-campista Maicon.

O São Paulo, que figurou na zona de rebaixamento por 13 rodadas neste Brasileirão, reagiu desde a chegada do técnico Muricy Ramalho e ostenta agora uma sequência de bons resultados na competição, com cinco triunfos (Vitória, Cruzeiro, Náutico, Bahia e Internacional) e um empate (Corinthians).

Fernando Dantas/Gazeta Press

Maicon afirmou que o São Paulo vai manter sua atenção aos sete jogos que restam do Brasileirão

Ao mesmo tempo em que se fortaleceu no Nacional, o Tricolor aposta sua chance de título na Copa Sul-americana, depois da vitória por 3 a 2 na primeira partida das quartas de final do torneio continental, diante do Atlético Nacional. Antes de ir à Colômbia na próxima semana, o time quer mostrar sua concentração no Brasileirão neste sábado, contra a Portuguesa.

 

“Estamos mais atentos aos detalhes e a pequenos erros, para confirmarmos nossa reação. Estamos de parabéns, porque conseguimos crescer e já almejávamos isso. O resultado contra o Atlético Nacional mostrou bem isso, mas vamos manter o foco na próxima partida e manter a pegada”, afirmou o lateral direito Douglas, ao site do clube.

Neste Brasileirão, o São Paulo ocupa o nono lugar, com 43 pontos. Nas contas do elenco, o Tricolor se livrará totalmente do risco de degola em caso de vitória neste sábado contra a Portuguesa, no Morumbi.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*