Reservas do São Paulo iniciam maratona diante do Novorizontino

O São Paulo inicia às 19h30 (de Brasília) dessa quarta-feira, no estádio do Pacaembu, o primeiro jogo de uma série do Campeonato Paulista que antecederá o próximo compromisso na Libertadores. Composto majoritariamente por jogadores reservas, o Tricolor medirá forças com o Novorizontino pensando em dar ritmo de jogo aos atletas e em melhorar a sua posição no Grupo C do Estadual.

No terceiro lugar do Paulista, o São Paulo soma sete pontos e conta com um jogo a menos que os rivais do Grupo C. A Ferroviária é a líder da chave, com dez pontos, enquanto o Audax-SP ocupa a segunda colocação, com nove. Embora o foco esteja voltado estritamente para a partida do dia 10 de março, contra o River Plate, no Monumental de Núñez, o Tricolor terá de encarar quatro jogos válidos pelo Estadual antes de retornar para a fase de grupos do torneio continental.

“São jogos importantes. Em todos os campeonatos você joga contra equipes inferiores. Não existem só Barcelona e Real Madrid, Manchester United e Chelsea. Você pega outros adversários e adquire certa forma de jogar. Às vezes o atacante precisa fazer um gol e ganha a confiança nessas partidas. O Paulista também é um campeonato que há muito tempo o São Paulo não ganha. Se você está bem em um torneio, você chega com mais confiança no outro”, avaliou Carlinhos.

Ciente da maratona que terá pela frente, o técnico argentino Edgardo Bauza optou por promover sete alterações na equipe que venceu o Rio Claro por 1 a 0, no domingo, no estádio do Pacaembu. Apenas o goleiro Denis, o zagueiro Rodrigo Caio, o lateral Carlinhos e o volante Thiago Mendes estiveram em campo na última rodada do Paulistão. Agora, a principal novidade será a volta de Michel Bastos. O meia se envolveu em polêmicas recentemente e foi barrado da última rodada. Mas, nessa quarta-feira, assumirá a armação das jogadas no lugar de Ganso.

Michel Bastos,   jogador do São Paulo FC, comemora seu gol durante partida contra o Sport, válida pela trigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro 2015.
Michel Bastos, barrado no último domingo, voltará ao São Paulo contra o Novorizontino (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Quem também deve voltar à equipe é Alan Kardec. O centroavante trabalhou normalmente nos treinos dessa semana, mas ainda sente um incômodo decorrente de um corte no tornozelo esquerdo. Caso não reúna as condições necessárias para entrar em campo, ele poderá ser substituído pelo argentino Calleri. O atacante Kieza, que tem recebido poucas chances de Bauza, corre por fora na disputa por uma vaga.

O ídolo Lugano, que reestreou pelo São Paulo contra o Rio Claro, será preservado para não ficar exposto a lesões. Em seu lugar será escalado o recém-contratado Maicon, que ainda não atuou pelo clube. “O jogo mais importante para o São Paulo é o de quarta-feira, contra o Novorizontino. Pensamos em cada jogo como se fosse o último. Não adianta pensar no River Plate daqui 20 dias. Nosso objetivo é ganhar todas as competições, porque somos um time grande”, afirmou o zagueiro, antes de vestir a camisa tricolor pela primeira vez.

Do lado do Novorizontino, a ideia é embolar a disputa por uma vaga no Grupo B. A chave conta com a presença do Palmeiras, mas todos os times têm pontuação semelhante nesse momento. O treinador Guilherme Alves, após ter acumulado um empate por 1 a 1 com o Oeste na última rodada, demonstrou confiança para o jogo diante do São Paulo. “Todo mundo está vendo que o time está criando e jogando, mas o resultado não tem saído. Merecemos a vitória em todas as partidas que empatamos. Agora é ir para São Paulo e jogar futebol”, declarou.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X NOVORIZONTINO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 24 de fevereiro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano de Assis Miranda (SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto e Vitor Carmona Metestaine (ambos de SP)

SÃO PAULO: Denis; Mateus Caramelo, Rodrigo Caio, Maicon e Carlinhos; João Schmidt, Thiago Mendes, Wesley, Michel Bastos e Rogério; Alan Kardec (Calleri ou Kieza)
Técnico: Edgardo Bauza

NOVORIZONTINO: Anderson; Éder Sciola, Domingues, Jéci e Paulinho; Deda, Adriano e Pereira; Rayllan, Wesley e Roberto
Técnico: Guilherme Alves

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Reservas do São Paulo iniciam maratona diante do Novorizontino

  1. Poupar um time que ainda não sabe como é que joga, pra mim, não é inteligente.
    Será que o Bauza já tem um time titular na cabeça? Se tem, por que não deixa-lo jogando e ganhando entrosamento para poder enfrentar a Libertadores? Jogar é a melhor forma de treinar: principalmente tendo um campeonato menor para fazê-lo. só que o Bauza não pensa assim. Ele prefere um time desentrosado mas descansado para perder na Libertadores. Oque ele precisava mesmo é escalar um time que lhe desse confiança para jogar na Copa; estabelecer um desenho tático para o time e deixá-lo jogando para adquirir conjunto e confiança, quem sabe, pra isso, fazendo bastante gols em times menores.
    Mas é esperar muito da inteligência do argentino…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*