Polícia instaura inquérito para apurar crimes no “Caso U2” no São Paulo

A 2ª delegacia do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) começou a coletar nesta semana depoimentos de vítimas que foram prejudicadas no esquema irregular de venda de ingressos para os shows da banda irlandesa U2, marcados para o mês de outubro, no Morumbi. Para a diretoria do São Paulo, o ex-gerente de marketing Alan Cimerman tem participação na irregularidade – ele foi demitido por justa causa.

O que se investiga é que uma empresa teria comprado aproximadamente 2.700 ingressos por um preço bem mais baixo antes mesmo do início da comercialização nas bilheterias. Em seguida, revendeu a outras empresas interessadas por valores muito acima. O dinheiro teria sido depositado nas contas de parentes de Cimerman. Ele nega qualquer irregularidade.

Morumbi receberá show do U2 em outubro (Foto: Divulgação)

Morumbi receberá show do U2 em outubro (Foto: Divulgação)

Daniel Bialski, advogado do ex-dirigente são-paulino, diz ter documentos que atestam a legalidade dos atos. O São Paulo, porém, afirma possuir comprovantes de depósitos e gravações que mostram a participação dele.

– Para mim, a participação do Alan é nítida. Foi instaurado inquérito e começaram a ser escutadas pessoas que possivelmente foram prejudicadas nessa operação – afirmou Roberto Podval, advogado contratado pela equipe do Morumbi.

O representante do Tricolor afirma que o clube não tem obrigação legal de ressarcir quem perdeu dinheiro na operação, mas o caso está sendo estudado pelos dirigentes, que podem tomar algumas medidas para minimizar o prejuízo de quem só queria comprar o ingresso para o show.

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Polícia instaura inquérito para apurar crimes no “Caso U2” no São Paulo

  1. O spfc não tem obrigação de ressarcir? Quem disse essa asneira? Criminalmente o Alan responderá, já civilmente, se o Alan não ressarcir quem responde é o SPFC.
    ABSURDO AFIRMAÇÃO DE UM DIRIGENTE DO SPFC

  2. Esse Alan cimerman já teve uma empresa envolvida em coisas erradas, por que mesmo assim ele foi contratado pelo spfc? Ninguém vai dormir sendo uma pessoa desonesta e acorda sendo íntegra, correta. Honestidade ou se é ou não é, simples assim.

    Mas ponto positivo pra diretoria que tomou as medidas que tinha que tomar mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*